O presidente da Câmara de Lagio, Itália, deu a ordem: todos aqueles que se aproximem da luxuosa mansão de George Clooney, nas margens do Lago de Como, podem incorrer numa multa até 500 euros, diz o jornal inglês The Telegraph.

Roberto Pozzi, o autarca, emitiu o decreto-lei para proteger a privacidade do ator e da sua esposa Amal Alamuddin.

A multa será aplicada a todos os que deixarem o seu barco ou carro a menos de 100 metros das duas villas de George Clooney, a Villa Oleandra, e a mais recente Villa Margherita.

LAGLIO, ITALY:  View of George Clooney's Italian house, Villa Oleandra, situated on Lake Como's south-western shores, in Laglio, just 5 Kms from Cernobbio, 18 March 2006. US film stars Brad Pitt and Angelina Jolie are rumored to be planning their wedding today at Clooney's villa. AFP PHOTO / GIUSEPPE CACACE  (Photo credit should read GIUSEPPE CACACE/AFP/Getty Images)

Villa Oleandra do ator George Clooney nas margens do Lago de Como em Lagio, Itália. (Photo credit should read GIUSEPPE CACACE/AFP/Getty Images)

O ator comprou a mansão Villa Oleandra em 2002 por 7,5 milhões de euros. Desde essa altura, fãs, fotógrafos e curiosos têm-se deslocado até lá, espreitando com curiosidade. Alguns mais ousados chegaram mesmo a tocar à campainha do ator para pedir um autógrafo. Mais recentemente, Clooney comprou a Villa Margherita, adjacente à primeira, na tentativa de aumentar a sua privacidade.

No verão passado, uma política semelhante foi aplicada na mansão do ator em Hollywood, para tentar travar os olhares curiosos e a aproximação dos paparazzi.