Conhecido como Plastic Jesus e especializado em arte interventiva, o artista norte-americano que criou a estátua dos Óscares inclinada a consumir cocaína inundou as ruas de Los Angeles com sinais de trânsito onde se lê: “Estacionamento proibido a Kardashians a todas as horas”, conta a televisão inglesa BBC. A rede social Twitter, sob a hashtag #NoKardashianParking, também se inundou de reações aos sinais.

O artista plástico “baniu” a família Kardashian de estacionar em diversos locais movimentados de Los Angeles, desde a Melrose Avenue à Robertson. Após passar vários minutos preso no trânsito de Los Angeles, Estados Unidos, enquanto dezenas de paparazzi esperavam que as irmãs Kardashian saíssem de uma loja, decidiu vingar-se.

“Há trânsito sempre que algum membro da família Kardashian decide fazer coisas simples como compras, jantar fora ou por gasolina”, queixa-se o artista. “As Kardashians tornaram-se num fenómeno cultural dos media, infelizmente à custa de notícias reais”, acrescenta.

Plastic Jesus é um artista que vive em Los Angeles que utiliza a sua arte de rua para chamar à atenção para temas contemporâneos relacionados com política, cultura, sociedade e ambiente. O seu trabalho combina humor, critica e ironia e espelha a sua opinião única.

O artista também afirmou, segundo a BBC, que o objetivo da instalação não era atacar as Kardashians mas “nós, tanto os media como o consumidor” disse.

O Departamento Policial de Los Angeles acusou o artista de vandalismo ao introduzir as suas instalações na paisagem urbana. O criativo respondeu às acusações afirmando que “os sinais são apenas uma instalação temporária” e que “vão ser removidos muito em breve”.

Esta quinta-feira de manhã, na sua conta de Twitter oficial, Plastic Jesus confirmou que a sua equipa já teria removido os sinais das ruas de Los Angeles.