Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

A Parque Expo realizou com o Estado uma operação de dação em pagamento que envolveu a transferência do Oceanário. Esta operação está valorizada em 54,2 milhões de euros e insere-se na regularização parcial da dívida desta empresa ao Estado. A dívida resulta da execução do aval público concedido pelo Estado a emissões de obrigações da empresa que foi responsável pelo desenvolvimento da Expo 98.

O governo tinha planos de avançar este ano com a concessão deste equipamento a privados, mas o processo ainda não avançou.

A garantia à dívida da Parque Expo foi executada pelos investidores porque o Estado avançou com a liquidação da empresa. Em causa está ainda um empréstimo concedido pela Direção Geral do Tesouro quando a empresa foi integrada no setor das administrações públicas.

A operação envolveu a transferência de dois prédios urbanos localizados na zona do Parque das Nações, o edifício do Oceanário e o edifício de apoio.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR