Esta terça-feira, deu-se início ao ciclo de colóquios “Relançar Portugal” que até 23 de junho quer identificar os bloqueios e desafios ao progresso da vida nacional. A iniciativa é da Universidade Católica Portuguesa e da Sedes – Associação para o Desenvolvimento Económico e Social, que consideram “urgente”debater e propor reformas para o país.

“Estamos à beira do esgotamento do modelo de vida coletiva que adotámos nos últimos tempos”, lê-se no comunicado que acompanha a apresentação do ciclo de colóquios. A organização considera que o país está a sofrer as consequências da crise profunda em que vie desde meados dos anos 90.

Mudar, ter coragem para reformar e evitar ruturas indesejáveis são algumas das necessidades apontadas, tal como a de encontrar um novo modelo de estratégia económica, a de repensar o Estado Social ou a participação do país na Europa. “É urgente rever a Constituição antes que a evolução histórica torne dispensável o quadro constitucional que nos limita”, lê-se.

IEP Cartaz Ciclo Palestras AF

 

Documentos