Transgénero

“Quero quebrar o estereótipo daquilo que um homem pode ou não pode ser”

Aydian Dowling lidera a corrida para ser o homem escolhido para fazer a capa da Men's Health. É transgénero. "Comecei no bodybuilding porque queria o meu corpo tão masculino como a minha alma", diz.

Twitter de Aydian Dowling

Autor
  • Catarina Marques Rodrigues

Aydian Dowling está perto de ser o próximo homem a estar na capa da Men’s Health americana — se assim for, será o primeiro homem transgénero a estar na capa de uma das revistas masculinas de fitness e lifestyle mais conhecidas no mundo.

Aydian decidiu inscrever-se no concurso “Ultimate Guy Search”, em que vários homens vão a votos do público para ganharem o grande prémio — ser o protagonista da edição de novembro de 2015. O jovem de 27 anos lidera neste momento a corrida, avança o Mashable. No site da Men’s Health está a confirmação do favoritismo: Aydian já conta com mais de 35 mil votos, contra os quase 9 mil do segundo favorito. As votações estão abertas até 21 de junho.

“Enquanto transgénero, ter um corpo e uma mente saudável é o meu objetivo final para encontrar a paz dentro da minha alma”, explica na sua apresentação na página da revista. Além de ser transgénero, Aydian é também ativista pelos direitos LGBT e fundou ainda um canal de fitness no Youtube que ajuda os transgénero a fazer a transição para homem. No Beefheads Fitness, há dicas sobre como ganhar mais massa muscular, o que comer ou como organizar os treinos.

Foram mesmo o exercício físico e o bodybuilding que ajudaram o jovem de Nova Iorque a ganhar confiança, confessa o próprio à revista People. “Eu comecei a fazer bodybuilding porque queria que o meu corpo ficasse tão masculino como a minha alma, então comecei a treinar e isso mudou realmente toda a minha vida. Comecei a sentir-me melhor. Precisas de estar em frente ao espelho para te certificares que estás a fazer o exercício bem e, depois de cinco dias a olhares-te ao espelho, começas a habituar-te ao teu corpo. Começas a apreciá-lo”, revela à People. “Quero quebrar o estereótipo daquilo que um homem pode ou não pode ser”.

Agora que entramos em 2019...

...é bom ter presente o importante que este ano pode ser. E quando vivemos tempos novos e confusos sentimos mais a importância de uma informação que marca a diferença – uma diferença que o Observador tem vindo a fazer há quase cinco anos. Maio de 2014 foi ainda ontem, mas já parece imenso tempo, como todos os dias nos fazem sentir todos os que já são parte da nossa imensa comunidade de leitores. Não fazemos jornalismo para sermos apenas mais um órgão de informação. Não valeria a pena. Fazemos para informar com sentido crítico, relatar mas também explicar, ser útil mas também ser incómodo, ser os primeiros a noticiar mas sobretudo ser os mais exigentes a escrutinar todos os poderes, sem excepção e sem medo. Este jornalismo só é sustentável se contarmos com o apoio dos nossos leitores, pois tem um preço, que é também o preço da liberdade – a sua liberdade de se informar de forma plural e de poder pensar pela sua cabeça.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Transgénero

A liberdade é a nossa arma

Rita Fontoura
126

Se educarmos os nossos filhos para a liberdade, aí sim estamos a prepará-los para não caírem facilmente nas esparrelas desta ideologia de género que mais não faz do que propor viver na mentira.

Transgénero

Os Super-Homens legisladores

Pedro Afonso
1.207

Não existe qualquer base científica ou justificação médica que autorize um adolescente de 16 anos, cujo córtex pré-frontal ainda não está completamente desenvolvido, decidir livremente mudar de género

Conflitos

Mediterrâneo

Luis Teixeira

Huntington defendeu, como Braudel, que a realidade de longa duração das civilizações se sobrepõe a outras realidades, incluindo os Estados-nação em que se supôs que a nova ordem mundial iria assentar.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)