Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

A União Humanitária dos Doentes com Cancro (UHDC) já manifestou a sua total discordância perante o facto de só a partir de 2021 ser proibido fumar em todos os estabelecimentos públicos fechados. Para esta associação, a lei deveria entrar em vigor de imediato.

Embora aplauda a revisão da lei, a associação diz não compreender a razão se de aguardar até 2021 “para se proteger a saúde dos portugueses, quando já foram dados 8 anos aos estabelecimentos com zonas para fumadores para se adaptarem”.

A UHDC defende, desde 2007, a implementação imediata da proibição total em locais públicos e teme o impacto e a repercussão que um atraso de 13 anos possa ter na saúde dos portugueses.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR