O presidente da Confederação da Indústria Portuguesa (CIP) confirmou que PSD e PS estão em vias de entendimento para a designação do sucessor de Silva Peneda na liderança do Conselho Económico e Social (CES).

“Não creio que o entendimento [entre maioria PSD/CDS e PS] esteja tão difícil hoje como já esteve ontem [na segunda-feira]”, declarou António Saraiva sobre as negociações em curso na Assembleia da República para a escolha do novo presidente do CES.

António Saraiva falava aos jornalistas após ter estado reunido com o secretário-geral do PS, António Costa, no âmbito de um encontro com as confederações patronais para análise do cenário macroeconómico socialista.

O presidente da CIP disse que a questão da substituição de Silva Peneda, que assumirá a partir do próximo mês as funções de adjunto do presidente da Comissão Europeia, Jean Claude Juncker, será debatida na quarta-feira, durante uma reunião do Conselho Coordenador do CES.

“Os partidos parlamentares apresentarão nomes e esperamos que daí saia uma solução”, afirmou António Saraiva, defendendo, para já, a solução de Manuel Lemos (líder da União das Misericórdias Portuguesas) como líder transitório do CES.

“Há um espaço temporal que tem de estar assegurado e há questões que competem ao CES. Esse vazio não vai existir e Manuel Lemos é um bom nome para este período transitório”, declarou o presidente da CIP.

António Saraiva mostrou-se depois convicto de uma solução parlamentar para uma solução futura, duradoura, na presidência do CES.

“O nome que vier a surgir do parlamento tem todas as condições para depois se manter no período pós-eleitoral”, sustentou.