O treinador do FC Porto, Julen Lopetegui, reconheceu nesta sexta-feira que não resta mais à sua equipa que lutar pelos 12 pontos que faltam até ao final da I Liga de futebol. Na conferência de imprensa de antevisão à visita de domingo ao Vitória de Setúbal, na 31.ª jornada, o técnico espanhol garantiu essa atitude para o jogo do Bonfim.

O treinador dos ‘dragões’ afirmou “não ser um visionário” para prever onde e quando o rival Benfica pode perder pontos, assumindo-se como “um treinador que tem de manter a equipa concentrada e preparada para vencer os jogos que faltam”.

“Estamos preparados para defrontar cada jogo que resta com a máxima energia e ambição, tentando conseguir os 12 pontos que faltam, a começar já com este desafio frente ao Vitória de Setúbal, onde temos ser capazes de superar as dificuldades que o adversário nos vai criar”, disso o técnico dos ‘azuis e brancos’.

Julen Lopetegui contornou os dados estatísticos que apontam que nos últimos dez jogos na região de Lisboa e sul a equipa portuense não conseguiu vencer (seis empates e quatro derrotas). “As estatísticas não nos preocupam, mas sim o que vamos encontrar neste jogo e a resposta que vamos dar num campo que onde teremos dificuldades. A equipa está com dinâmica e com vontade de vencer”, garantiu o treinador.

Lopetegui prefere não partilhar as contas e as expetativas do que seria necessário para o FC Porto, a três pontos do Benfica (e desvantagem no confronto direto), ainda chegar ao primeiro lugar do campeonato, desvalorizando os comentários sobre a equipa na comunicação social. “Contra todas as adversidades que temos tido esta época, e quer gostem ou não gostem, seguiremos competindo e tratando de dar resposta jogo após jogo. As contas ainda não sou capaz de fazer”, partilhou.

Questionado se a sua continuidade no FC Porto estaria dependente daquilo que a equipa irá fazer nos últimos quatro jogos do campeonato, Julen Lopetegui preferiu focar o seu discurso no grupo de trabalho. “Estamos convencidos que a equipa vai defrontar os últimos jogos com a atitude de disputar o título. Temos 12 pontos para o fazer e temos de buscar a vitória já esta jornada, tudo o resto não me interessa”, afirmou.

Lopetegui abordou, ainda, a aposta em Helton para a defesa da baliza portistas na última jornada, na partida frente ao Benfica, mas não esclarecendo se a titularidade do veterano guardião será para continuar. “É um jogador nosso, com um historial enorme, é mais uma opção que decidimos que devia jogar na Luz. Estamos encantados com o seu comportamento e com a experiência”, concluiu.

O FC Porto, segundo classificando com 72 pontos, desloca-se este domingo ao reduto do Vitória de Setúbal, 16.º com 2, numa partida, agendada para as 19:15, que terá arbitragem de Marco Ferreira, da Madeira.