Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Norte

A música de Nuno Prata vai poder ouvir-se esta sexta-feira no Teatro Diogo Bernardes, em Ponte de Lima. O ex-baixista dos Ornatos Violeta lançou o terceiro disco, homónimo, e são essas novas canções que vai mostrar, às 22h00. Os bilhetes custam dois euros.

Em Guimarães escuta-se o fado de Cuca Roseta, no sábado, às 22h00. A fadista vai mostrar no Grande Auditório do Centro Cultural Vila Flor o novo álbum, Riû, que sai a 18 de maio. Os bilhetes custam 10 euros.

Para celebrar o Dia Mundial da Dança, que se comemorou a 29 de abril, o Teatro Municipal do Porto promove mais de duas semanas de “Dias da Dança“. Sábado às 21h30, por exemplo, sobe ao palco, em estreia nacional, “Quartet”, nova criação de Raimund Hoghe. Os bilhetes para esta viagem de corpos e movimentos custam 10 euros.

cuca roseta

A fadista Cuca Roseta desvenda algumas das músicas novas em Guimarães. ©Divulgação

Está aí a semana mais aguardada do ano pelos estudantes universitários do Porto. A Queima das Fitas arranca à meia-noite de sábado para domingo com a tradicional serenata, na Cadeia da Relação. Depois, a festa prossegue no “Queimódromo”, no Parque da Cidade. O cartaz está disponível aqui.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A primeira edição do Indouro Fest vai animar Serra do Pilar e o Jardim do Morro, em Vila Nova de Gaia, este sábado e domingo. O cartaz do festival tem bandas várias bandas britânicas, francesas, alemãs e também portuguesas, como The Weatherman e White Haus. Para além dos concertos e das sessões de DJ set, existe uma área de restauração, lazer e merchandising entre os dois palcos. O evento abre no sábado, pelas 12h00, ao som dos Mareantes do rio Douro. No domingo, reabre pelas 13h00, com a Batucada Radical, terminando com a atuação da última banda – os British Sea Power – cerca das 24h00. O bilhete diário custa 32 euros e o passe geral 55 euros.

Centro

Música pimba, Manuela Azevedo dos Clã e Bruno Nogueira parecem ser três realidades muito díspares. Mas foi desta junção improvável que nasceu um dos espetáculos mais bem-sucedidos dos últimos tempos. “Deixem o pimba em paz” apresenta-se este sábado, às 21h30, no Teatro Virgínia, em Torres Novas, e vale a pena pagar 15 euros para assistir de perto ao que vai acontecer em palco.

convento-de-cristo

No Dia da Mãe, vá ao Convento de Cristo, em Tomar. ©D.R.

Na véspera do Dia da Mãe, agarre nos miúdos e vá até ao Museu da Ciência de Coimbra. Os mais pequenos vão poder participar na oficina “Em busca do Arco-Íris Escondido“, mas os adultos também vão poder dar uma ajuda.

No domingo, Dia da Mãe, ir ao Convento de Cristo, em Tomar, também é uma boa ideia. Para além de o acesso ser gratuito, celebra-se a data com uma visita especial ao monumento denominada “Dia da Mãe – uma rosa e um poema“. As atividades têm início às 11h00 e aconselha-se a inscrição prévia.

Sul

E Morreram Felizes Para Sempre” é uma peça de teatro imersivo (ou seja, que leva o espectador a imergir no espaço da ação) cujo cenário é um edifício de dois andares no Hospital Júlio de Matos, em Lisboa. Este espetáculo, da autoria de Nuno Moreira e direção de atores de Ana Padrão, permite ao visitante descobrir, durante 90 minutos, as estórias dentro da história, um cross over entre a tragédia amorosa de Pedro e Inês de Castro e a invenção da lobotomia, por Egas Moniz, e que lhe valeu um Prémio Nobel. Os bilhetes não são baratos – entre 30 e 35 euros – mas quantas vezes viu um espetáculo de teatro imersivo no Hospital Júlio de Matos? Em cena sexta-feira às 21h30 e sábado às 22h00.

No sábado regressa um dos eventos favoritos dos lisboetas: o Meo Out Jazz. O primeiro momento acontece este sábado, às 17h00, no Jardim Japonês, em Belém, com Ricardo Pinto Trio e o DJ Nuno Di Rosso. No domingo, à mesma hora, mas um pouco mais ao lado, no Jardim da Torre de Belém, atuam Muri Muri e DJ Mike Stellar. A entrada é gratuita, como sempre.

O IndieLisboa, um dos mais importantes festivais portugueses de cinema, termina este domingo. Até lá, ainda há bons filmes para aproveitar. Um deles é “Damsels in Distress”, de Whit Stillman, uma das referências maiores do cinema “indie” dos EUA, apontado como exemplo e influência por cineastas como Wes Anderson ou Noah Baumbach. Para ver no domingo, às 19h00, no Cinema São Jorge. Os bilhetes custam quatro euros.

Neste fim de semana prolongado há provas em Oeiras. Não só de comida, mas também de vinhos. Os jardins e o Palácio do Marquês de Pombal vão ser palco da 3ª edição do evento enogastronómico, com o objetivo divulgar a restauração do concelho de Oeiras e os vinhos da região vitivinícola de Lisboa, particularmente os que pertencem à rota de Bucelas, Carcavelos e Colares. Estão também previstas atividades paralelas na área dos vinhos e gastronomia, como workshops com profissionais de referência do setor. A entrada é gratuita.

No Pátio da Galé, alguns dos restaurantes mais concorridos da capital também se vão dar a provar, no evento Lisboa à Prova. Na sexta-feira e no sábado, entre as 18h30 e as 23h30, os restaurantes premiados do concurso Lisboa à Prova) dão-se a conhecer ao público, apresentando em conjunto as suas iguarias e criações gastronómicas. Entrar custa cinco euros, com direito a uma degustação de comida, prova de vinho ou consumo de cerveja. As degustações e provas seguintes custam 2,50 euros cada.

lisboa a prova comida sushi

Vai uma prova, no Pátio da Galé, em Lisboa? ©D.R.

No 1.º de Maio, o Teatro O Bando estreia “Em Nome da Terra“, espetáculo encenado por Miguel Jesus a partir das palavras de Vergílio Ferreira. Em palco, os atores debatem-se com a dificuldade de equilíbrio perante a velhice e a implacável passagem do tempo. Para ver de quinta a domingo, às 21h00, no Vale dos Barris, em Palmela, até 17 de maio, com bilhetes a partir dos oito euros.

Até domingo, a Festa do Cinema Italiano está no Cine-Teatro Louletano, no Algarve, com o melhor do cinema transalpino recente. A sessão de abertura tem lugar na sexta, às 21h30, com a exibição de “I nostri ragazzi”, de Ivano de Matteo, baseado no livro de Herman Koch, O Jantar. Sábado, às 18h30, o público poder ver “Almas Negras”, o filme que venceu o prémio do júri nesta edição, e que entra no mundo da “ndrangheta”, uma das organizações mafiosas mais poderosas do mundo. Os bilhetes custam três euros.

Ainda no Algarve será possível ouvir Maria João e Mário Laginha este sábado, às 21h30, no Teatro das Figuras, em Faro. Os bilhetes custam 12 euros.