“Hoje, ainda vamos ter muitas nuvens e alguma precipitação, principalmente em algumas regiões do norte e centro e descida da temperatura máxima. As temperaturas vão começar a subir realmente é no sábado”, disse à agência Lusa a meteorologista Ângela Lourenço do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com Ângela Lourenço, no sábado prevê-se uma subida ligeira das temperaturas, embora nalguns pontos do país já seja da ordem dos quatro ou cinco graus Celsius em relação ao dia de hoje. “A subida mais significativa será no domingo e novamente na segunda-feira, dia em que estamos a prever valores na ordem dos 30 a 35 graus essencialmente nas regiões do Vale do Tejo, Alentejo e Algarve e também em alguns pontos do litoral norte e centro. Nas regiões mais junto ao mar serão ligeiramente inferiores”, explicou.

No que diz respeito às temperaturas mínimas, Ângela Lourenço indicou que também vão subir a partir de sábado, podendo atingir valores entre os 15 e os 19 graus em todo o território do continente. “Na segunda-feira, o dia mais quente, estão previstos 35 graus Celsius zona do Vale do Tejo desde a península de Setúbal, perto de Lisboa, a zona de Santarém e Tomar, região centro do Ribatejo e Alentejo”, disse.

De acordo com a meteorologista do IPMA, esta subida da temperatura deve-se essencialmente a uma massa de ar quente e seco transportada da região do norte de África associada a uma situação de forte estabilidade atmosférica, que favorece o aquecimento.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Temperaturas para hoje

A cidade madeirense do Funchal apresenta hoje risco extremo de exposição à radiação ultravioleta (UV) e outras oito regiões estão com níveis muito altos, informou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA). De acordo com o IPMA, o Funchal está com risco extremo, enquanto as regiões de Castelo Branco, Évora, Faro, Guarda, Penhas Douradas, Portalegre, Porto Santo e Setúbal estão com níveis muito altos. Também as regiões de Beja, Sagres, Sines, Santa Cruz das Flores e Ponta Delgada apresentam hoje risco alto de exposição à radiação UV.

O IPMA prevê para hoje nas regiões do norte e centro do continente prevê céu geralmente muito nublado, com abertas a partir da tarde, períodos de chuva, em geral fraca, até ao final da manhã, podendo persistir no Minho e Douro Litoral. Está também previsto vento fraco a moderado de sudoeste, sendo moderado a forte nas terras altas até ao início da manhã e pequena subida da temperatura mínima e descida da máxima.

No sul prevê-se céu geralmente muito nublado, diminuindo gradualmente de nebulosidade a partir do início da tarde, possibilidade de ocorrência de períodos de chuva fraca no litoral oeste e no Alentejo até ao início da manhã e vento em geral fraco de sudoeste, soprando temporariamente moderado na costa sul do Algarve durante a tarde.

A previsão aponta ainda para uma pequena subida da temperatura mínima e descida da máxima nas regiões do interior. Em Lisboa as temperaturas vão oscilar entre os 17 e os 23 graus Celsius, no Porto entre 16 e 18, em Vila Real entre 13 e 20, em Viseu entre 11 e 18, em Bragança entre 12 e 21, na Guarda entre 10 e 18, em Castelo Branco entre 14 e 23, em Évora entre 12 e 25, em Beja entre 14 e 26 e em Faro entre 16 e 22.