Uma pintura da autoria de Lucian Freud foi vendido em Nova Iorque pelo valor recorde de 48,54 milhões de euros. O leilão, organizado pela Christie’s, aconteceu na quinta-feira em Manhattan, em Nova Iorque.

O quadro, intitulado “Fat Sue”, é um dos quatro retratos conhecidos de Sue Tilley, musa de Freud. O pintor britânico conheceu Tilley através do artista Leigh Bowery, no início dos anos 90. Tilley costumava posar regularmente para Freud, de quem recebia um pagamento de 27,74 euros por sessão.

A peça foi comprada pela negociante de arte Pilar Ordovas, em representação de um outro comprador. A quantia ultrapassou a estimativa de 44,38 milhões de euros, atingindo o valor mais alto alguma vez pago por quadro do pintor britânico.

No mesmo leilão, foi ainda vendido um retrato de Francis Bacon por 39,46 milhões de euros e uma peça abstrata do norte-americano Cy Twombly por 37,69 milhões de euros.

Lucian Freud, neto do psicanalista Sigmund Freud, nasceu em 1922 em Berlim, na Alemanha. Em 1933, mudou-se com a família para Inglaterra, onde passou o resto da sua vida. É considerado um dos mais importantes artistas britânicos da contemporaneidade. Morreu em 2011, aos 88 anos de idade.