F. Scott Fitzgerald foi um dos maiores escritores norte-americanos do século XX. Agora, a mansão onde começou a escrever a sua obra mais famosa, “O Grande Gatsby”, está à venda por 3,9 milhões de dólares [2.8 milhões de euros], escreve o Wall Street Journal. Pode ser a sua oportunidade.

Construída em 1918, a mansão pertence ao estilo “mediterrânico” e tem cerca de 465 metros quadrados que incluem sete quartos. Os responsáveis pela venda são Inbar Mitzman E Nurit Weiss da agência de imóveis Coldwell Banker Residential Brokerage.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Remodelada ao longo do tempo, a mansão localizada na região de Great Neck, ainda inclui alguns pormenores originais como uma lareira, janelas em forma de arco romano, e o mais importante: um quarto em cima da garagem que Fitzgerald terá utilizado para escrever.

O escritor norte-americano terá escrito três capítulos da obra “O Grande Gatsby” na casa de Great Neck, segundo afirmou Sarah Churchwell, professora de literatura americana da Universidade de East Anglia e autora do livro “Careless People: Murder, Mayhem, and the Invention of The Great Gatsby.”

De acordo com Kirk Curnutt, professor de inglês da Universidade de Troy no estado do Alabama e vice-presidente da Sociedade F. Scott Fitzgerald, o escritor e a mulher Zelda terão vivido na casa de 1922 a 1924. Em maio de 1924, a família mudou-se para França, onde o autor terminou o livro.

Segundo conta Kirk Curnutt, o casal passava muito do seu tempo a socializar com os vizinhos abastados. Esses convívios terão inspirado Fitzgerald a escrever sobre as festas estravagantes de jazz e as tensões entre os “novos ricos” de West Egg e as famílias ricas de East Egg, que tanto caracterizam a obra “O Grande Gatsby”.

Os agentes imobiliários recusaram-se a revelar quem são os atuais donos da casa. Contudo, declararam que a venda terá sido motivada por os filhos dos proprietários já estarem crescidos. Segundo revela o Wall Street Journal, o dono da casa será Larry Horn que a terá comprado em 2008 por cerca de 4,2 milhões de dólares.