A Polícia de Segurança Pública (PSP) de Lisboa afirmou hoje que não irá reforçar o dispositivo policial para o jogo de futebol de sábado entre Benfica e Marítimo, no estádio da Luz, apesar de ser considerado de “risco elevado”.

Esta tarde, em conferência de imprensa, na sede do Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, em Moscavide, Loures, para falar da operação policial referente ao jogo da 34ª jornada e última jornada do campeonato, o subintendente Pedro Pinho referiu que espera encontrar um “ambiente festivo”.

“É um jogo de consagração do campeão nacional [Benfica]. Os adeptos do Benfica têm tido um comportamento de salutar e por isso não há nenhum indicador que nos diga que haverá um ambiente hostil”, apontou.

O responsável da PSP, que se recusou a comentar os confrontos ocorridos no domingo durante a festa do Benfica no Marquês de Pombal, afirmou que não irá existir um reforço de meios e que a PSP irá atuar como sempre tem feito em jogos no Estádio da Luz.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

“Serão os meios suficientes e necessários. A PSP vai trabalhar como tem feito em qualquer evento realizado no Estádio da Luz”, sublinhou.

A PSP perspetiva para o jogo de sábado, no Estádio da Luz, uma lotação de cerca de 63 mil espetadores, o que, segundo a legislação, faz com que este jogo seja considerado de “risco elevado”.

O jogo Benfica- Marítimo disputa-se no sábado, às 18:00, estando prevista a abertura de portas a partir 16:30.

No entanto, a PSP irá iniciar o policiamento junto ao recinto durante o período da manhã, não estando previstas restrições ao trânsito, exceto durante a deslocação das equipas e das claques.