Foi divulgada esta segunda-feira a lista de convidados oficiais para a reunião anual dos mais poderosos do mundo: a Conferência Bilderberg. O encontro – que já inspirou várias teorias da conspiração – reúne líderes políticos, especialistas da indústria e das finanças, bem como académicos e jornalistas reputados. Este ano, terá lugar a 14 de junho na cidade austríaca de Telfs-Buchen. Mas nem todos os habitués foram convidados.

O nome de Christine Lagarde, a diretora do Fundo Monetário Internacional (FMI), é um dos que surpreendentemente não consta na lista de convidados deste ano, escreve o Telegraph. O diretor executivo da petrolífera BP, Bob Dudley, foi convidado em 2014 mas não consta da lista de 2015. O ex-secretário geral da NATO, Anders Fogh Rasmussen, foi convidado em 2014, ano em que terminou o seu mandato. Este ano, o seu nome já não está na lista.

Se alguns não foram convidados, outros são presenças habituais: Eric Schmidt (o diretor da Google), George Osborne (o chancellor inglês) e Henry Kissinger, (autor e ex-secretário de estado norte-americano).

Os convidados portugueses deste ano foram Francisco Pinto Balsemão, o diretor do grupo Impresa, Durão Barroso, ex-presidente da Comissão Europeia, e António Vitorino, o socialista e líder do think tank Notre Europe.