Um incêndio deflagrou esta noite, pelas 23h35 horas, junto à avenida Cidade de Praga, numa zona residencial de Telheiras, Lisboa, tendo consumido um armazém de madeiras com cerca de 400 metros. Os moradores, que se assustaram com o som e com a proximidade das chamas, falam em quatro a cinco explosões de seguida num espaço de segundos, que seriam as paredes do armazém a abater. Na área, estiveram 12 viaturas de bombeiros, uma ambulância e 47 efetivos.

[jwplatform x4nHrAAW]

https://twitter.com/moraisj/status/608762010596163585

“Foi num descampado atrás da Lispolis [parque tecnológico]. Diz-se que rebentou alguma coisa… numa casa do tipo pré-fabricado. Estão aqui.. talvez… sete carros de bombeiros. Mas é um sítio fechado e acho que os bombeiros só estão a conseguir mandar água por cima. Mas querem entrar lá dentro”, contou ao Observador um morador da zona.

Segundo as autoridades policiais, trata-se de um barracão com madeira guardada e os prédios de habitação – a menos de 30 metros do armazém – nunca estiveram em perigo pois o vento soprava em direção contrária.

José Oliveira, dos Bombeiros Sapadores de Lisboa, que comandou as operações no terreno, explicou à SIC que o barulho que os moradores ouviram foi o das madeiras a estalar com o fogo e o das chapas de zinco a cair. “O armazém, de cerca de 400 metros quadrados, ficou completamente destruído”, disse.

Perto da meia-noite, começou a chover, ajudando a controlar e a apagar o incêndio, que foi declarado extinto pelas 00h40 desta quinta-feira.