Artur Soares Dias fez hoje um balanço positivo da participação da arbitragem portuguesa no Mundial de sub-20 de futebol, a decorrer na Nova Zelândia, da qual a seleção portuguesa já foi eliminada.

“O balanço é bastante positivo até ao momento, uma vez que tem sido uma experiência bastante enriquecedora, permitindo a todos nós, através do convívio com diferentes realidades, um claro crescimento enquanto árbitro e enquanto pessoa”, disse o árbitro do Porto, citado pelo ´site´ da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

Para Artur Soares Dias, que está na Nova Zelândia acompanhado pelos assistentes Rui Tavares e Álvaro Mesquita, tem havido um “‘feedback’ bastante positivo” da atuação da equipa de juízes portugueses, que dirigiu dois jogos da fase de grupos do Campeonato do Mundo e um dos quartos-de-final, hoje, entre Sérvia e Estados Unidos (6-5 nas penalidades).

“O nosso objetivo mantém-se o mesmo desde o início da competição, que passa por deixar uma boa imagem da arbitragem portuguesa além-fronteiras”, afirmou.

A seleção portuguesa de futebol de sub-20 foi eliminada hoje nos quartos-de-final da prova, ao perder com o Brasil por 4-1, no desempate por grandes penalidades.

Nos 120 minutos, a formação das ‘quinas’, vice-campeã europeia de sub-19 em título, falhou várias oportunidades flagrantes, nomeadamente por André Silva (14 minutos), Rony Lopes (84 e 95) e Gelson Martins (105+1), e o ‘nulo’ manteve-se até final.

A seleção ‘canarinha’, campeão mundial em 1983, 85, 93, 2003 e 2011, vai jogar quarta-feira o encontro das meias-finais, em Christchurch, pelas 05:00 de Lisboa, com o Senegal.