Uma criança de oito anos morreu afogada em Oeiras, Lisboa, após a prática de uma atividade náutica, desconhecendo-se ainda as causas, disse à Lusa um inspetor da Polícia Marítima de Lisboa. Segundo a mesma fonte, a incidente ocorreu cerca das 15h45 na Marina de Oeiras, depois de a criança ter participado numa atividade náutica.

“O menino estava inserido noutro grupo de crianças que teriam estado, minutos antes, numa atividade de vela promovida pela Câmara de Oeiras. Quando pararam para uma pequena refeição é que deram pela falta da criança”, contou. Efetuadas as buscas, a criança foi encontrada no fundo do mar já sem vida, acrescentou.

De acordo com o inspetor, as causas da morte são ainda desconhecidas, estando já a Polícia Marítima a realizar uma investigação ouvindo testemunhas e recolhendo provas. “O caso será depois apresentado ao Ministério Público”, concluiu o responsável.