Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Mohamed Besmar tentava atravessar o Mar Egeu em direção à Grécia, quando o mar o traiu. Caiu do barco onde viajava à água. Ficou para trás. Esteve durante 13 horas, exausto, a tentar sobreviver. Estava no limite das suas forças quando foi avistado por uma ex-modelo e atriz grega, Sandra Tsiligeridu, que dava um passeio de barco com os amigos e o marido entre Kos e a ilha de Pserimos, e o resgatou.

Nas últimas semanas vários refugiados sírios e afegãos terão tentado fazer a travessia entre a costa e ilhas como Kos. Mohamed estava num desses barcos. O The Telegraph conta que Besmar tentou recuperar um remo caído acidentalmente à água, quando se viu levado pela agitação do mar e das correntes fortes. Não conseguiu alcançar novamente o barco onde viajava e com ele apenas ficou um colete salva-vidas que lhe permitiu aguentar-se até ser encontrado pela ex-modelo.

O casal e os amigos aproximaram o barco do sírio que estava já em hipotermia. Retiraram Besmar da água e tentaram aquecer o sírio com o que tinham mais à mão, toalhas e casacos.

Sandra Tsiligeridu publicou mais tarde uma foto do momento no Facebook, onde escrevia ter encontrado Besmar quase inconsciente.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

“Eu fiz apenas aquilo que qualquer ser humano faria. Qualquer um na minha posição fazia o que eu fiz” , afirmou a ex-modelo de 42 anos em entrevista ao jornal La Repubblica. “Antes de vir para as ilhas neste verão eu não tinha ideia de quão má era a situação. A ilha está cheia de migrantes, milhares deles chegam todos os dias.”, acrescentou a ex-modelo.

Besmar, depois de longas horas no mar, recebeu tratamento médico e pretende agora continuar a sua viagem pela Europa Ocidental. As autoridades turcas vieram confirmar, depois, que 11 emigrantes sírios se teriam afogado na quarta-feira e que seria esse o barco onde Mohamed também viajava antes de cair ao mar.