O Governo chinês reviu esta segunda-feira em baixa o crescimento do PIB em 2014 e situou-o em 7,3%, menos uma décima do anunciado pelo Executivo no início do ano.

O Gabinete Nacional de Estatística chinês publicou esta segunda-feira a revisão depois de ter realizado novos cálculos. Como já tinha ocorrido com o número anterior, o aumento de 7,3% é o menor aumento registado pela China em 24 anos, desde 1990. O valor anual situou-se duas décimas abaixo da previsão do Governo, de 7,5%, e continuou a tendência de desaceleração dos últimos exercícios, depois de aumentos de 7,7% em 2013 e 2012 e de 9,3% em 2011.

A revisão do crescimento do PIB acontece num momento delicado para a economia chinesa, depois de um verão de oscilações na bolsa do país, que semearam dúvidas na comunidade internacional sobre a estabilidade da segunda potência mundial.