A ideia é simples: fazer com que as pessoas possam descobrir novos lugares — até mesmo nas suas próprias cidades –, de acordo com o seu estado de espírito. A este conceito, a app inviita adicionou uma das tendências atuais das conversações digitais: os emoji.

Foodie, Cool, Party People, Romantic, Artistic, Green, Beautiful, Spiritual, Ninja e Lucky. Estes são os estados de espírito que a nova app permite selecionar, em sintonia com o local onde se encontra.

O desafio é descobrir o mundo de acordo com o que o utilizador sente no momento. Por essa razão, os estados de espírito foram “definidos com base num estudo feito sobre emoções e padrões de comportamento, e o foco é dar sugestões que melhorem o estado de espírito do utilizador”, explica Joana Baptista, CEO da inviita, ao Observador.

O conteúdo dos roteiros oferecido aos utilizadores vai “dos lugares mais comuns aos mais improváveis”, e a lista é composta por uma mistura de lugares para visitar, como museus, jardins, restaurantes e bares.

O Observador fez a experiência: supôs que alguém se sentia triste enquanto conhecia Roma. A sugestão da inviita para melhorar o estado de espírito foi esta: “uma visita ao Mercato di Porta Portese, seguindo para o Campo de’ Fiori e no fim da caminhada, sugere-se que vá saborear um gelado numa geladaria típica. Para complementar a tour sugerida, adiciona-se um lugar ao ar livre como a Terraza delle Quadrighe. Depois, jante no restaurante Dar Fillettaro a Santa Barbara, muito apreciado pelos locais pelo seu magnífico bacalhau. No fim, termine a noite no Gregory’s Jazz club, o melhor clube de jazz em Roma.”

3 fotos

Desenvolvida no Vodafone Power Lab e premiada no concurso da Bolsa de Empreendedorismo, uma iniciativa da Representação da Comissão Europeia em Portugal, a inviita é gratuita e está disponível para o sistema iOS — em breve também para Android — sendo a primeira app do mundo a poder ser pesquisada na App Store através de emoji. Os primeiros utilizadores têm vindo a sugerir novos estados de espírito e, por isso, a oferta será brevemente completada com “outras experiências que poderão ser reservadas na própria aplicação, desde entradas em museus a viagens de helicóptero”, adianta Joana Baptista.

Se não souber por onde passear, já sabe: sinta e continue a usar os familiares emoji.