Tensão muscular, dores lombares, enxaquecas, desconforto no pescoço e ombros pesados. Estes são alguns sinais de alarme que indicam que o seu corpo está a precisar de atenção. O que começa como um pequeno incómodo pode facilmente transformar-se numa contratura com sérias consequências. Na antiguidade, os especialistas olhavam para a massagem como a ferramenta terapêutica mais eficaz. Não é de estranhar: a compressão das partes musculares do corpo e das articulações é o recurso mais natural contra a dor. Já para não falar do bem-estar psicológico que está associado aos benefícios da prática.

Mas para aproveitar os efeitos positivos desta terapia não precisa de ir gastar dinheiro para o spa mais próximo — exceto porque é provável que lá tenha direito a música relaxante, terapeutas especializados, pedras quentes e óleos essenciais. No entanto, uma massagem simples pode ser a solução para descontrair os músculos tensos depois de um treino ou para se livrar daquele torcicolo depois de passar o dia em frente ao computador.

Com a ajuda do Refinery 29, elaborámos um plano ilustrado para dar (e receber) uma excelente massagem. Apesar da profissão do massagista ser especializada, em certos casos também é muito intuitiva. Por isso, limite-se a seguir os passos em fotogaleria. Só precisa de uma cadeira e de um amigo.

Texto editado por Ana Dias Ferreira.