A produção industrial recuou 1,0% tanto na zona euro como no conjunto da União Europeia em dezembro de 2015 face ao mês anterior, tendo Portugal sido uma das exceções, ao registar um ligeiro crescimento de 0,2%, revela o Eurostat.

De acordo com os dados hoje divulgados pelo gabinete oficial de estatísticas da União Europeia, em termos homólogos, ou seja, comparativamente ao mesmo mês do ano anterior, a produção industrial na zona euro diminuiu 1,3% em dezembro de 2015 face a dezembro de 2014, enquanto no conjunto da UE o recuo foi de 0,8%, tendo Portugal registado um crescimento de 1,5%.

Com as contas de 2015 agora “fechadas”, o Eurostat constata que a produção industrial média para o ano passado, comparativamente a 2014, subiu 1,4% na zona euro e 1,7% na UE a 28.

Na variação em cadeia, face ao mês anterior, Portugal foi um dos sete Estados-membros a registar em dezembro uma subida, ainda que ligeira (0,2%), depois de em novembro ter protagonizado a maior descida mensal (-4,9%) face a outubro.

As maiores quebras mensais foram registadas na Irlanda (-4,3%), Lituânia e Suécia (ambas com -3,3%), enquanto as maiores subidas foram protagonizadas por Dinamarca (2,9%), Holanda (1,5%) e Grécia (1,4%).