O Governo português já formalizou a candidatura de António Guterres a secretário-geral das Nações Unidas, sublinhando o “amplo consenso interno” em torno da candidatura do antigo alto-comissário da ONU para os refugiados.

“Ao tomar esta iniciativa, Portugal contribui de forma ativa para o processo de seleção do próximo secretário-geral [da ONU], apresentando um candidato excecionalmente qualificado para o desempenho daquele lugar”, diz uma nota do executivo hoje divulgada.