A rádio e a televisão, a infância e juventude, o serviço militar, os relacionamentos amorosos são etapas contadas na autobiografia “Uma vida” de Carlos Cruz, que será apresentada esta terça-feira, em Lisboa, numa sessão com a presença do autor.

Carlos Cruz encontra-se a gozar uma licença precária de três dias, para passar o aniversário (dia 24, quinta-feira) em casa. O antigo apresentador vai estar presente no lançamento do livro, que será apresentado por D. Januário Torgal Ferreira, numa cerimónia que contará com apontamentos musicais, a cargo de Jorge Quintela, Naná Sousa Dias e Paulo Ramos. A sessão vai contar ainda com uma participação especial do ator Ruy de Carvalho.

O livro conta, de forma pormenorizada, ao longo de 590 páginas, vários episódios da vida pessoal e profissional do ex-apresentador de rádio e televisão, desde a partida de Carlos Cruz para Angola, aos seis anos. A vida nos anos 1960, a visita do papa Paulo VI a Portugal, em maio de 1967, os relacionamentos amorosos, a RTP no pós-25 de Abril de 1974, o envolvimento no Euro 2004 e o seu trabalho em programas de rádio e televisão, como Zip-Zip, Pão com Manteiga e Noites Marcianas, são algumas etapas que se destacam do livro.

Com prefácios de Adelino Gomes e Virgílio Castelo, e posfácio de Carlos do Carmo, “Um vida” foi escrita de fevereiro de 2014 ao final do verão de 2015, e não aborda o envolvimento do ex-apresentador no processo Casa Pia.