Startup norte-americana que ao longo dos seus dois anos de existência concentrou esforços em reunir uma equipa de especialistas com experiência no domínio da condução autónoma, a Faraday Future (FF) entra agora numa nova fase de desenvolvimento dos seus veículos, dando início aos testes com protótipos reais, no estado norte-americano do Michigan.

A confirmação foi dada ao Detroit News pelo director do Departamento de Transportes do Michigan, Kirk Steudle, o qual revelou ter sido contactado pela FF em Janeiro, com o objectivo de conhecer os requisitos necessários para pedir matrículas temporárias de teste, que lhe permitam realizar ensaios com veículos de condução autónoma nesse estado norte-americano.

Kirk Steudle revelou ainda que, após esse primeiro contacto, a startup solicitou três matrículas, condição que faz parte do rol de exigências para testar veículos sem condutor no Michigan. Pelo seu lado, a FF admite que efectuou esse pedido, mas não confirma que os protótipos que vai ensaiar são modelos de condução autónoma.

Notícias vindas do outro lado do Atlântico avançam que o próximo veículo a apresentar pela marca será um luxuoso crossover exclusivamente eléctrico, potencialmente preparado para a condução autónoma, sendo que o primeiro protótipo poderá ser desvendado até ao final do ano.

A Faraday Future já requereu três licenças para circular com protótipos na via pública e firmou um acordo com o estado do Nevada para montar uma fábrica a norte de Las Vegas

A marca nascida nos Estados Unidos da América (EUA), mas propriedade do magnata chinês Jia Yueting, possui hoje mais de 760 empregados só nos EUA e cerca de 200 no resto do mundo e tem vindo a constituir uma equipa de peso para a concepção daqueles que serão, no futuro, os seus automóveis de condução autónoma. A começar pelo anterior director de engenharia e principal responsável pelo projecto dos veículos autónomos na Bosch, Jan Becker, o qual, depois de ter chegado à startup no início do ano, assumiu a liderança de um departamento que tem vindo a ser preenchido com técnicos de ponta que a FF recruta junto de construtores como a Ford ou a Tesla.

Mais recentemente, a FF foi também buscar um especialista em computação visual, Sangmin Oh, à conhecida empresa de tecnologia informática Nvidia, além de ter contratado o vice-presidente da Tesla para o Sector da Regulação, James Chen, e vários especialistas para a construção da nova fábrica no norte de Las Vegas.