Se lhe disserem que “anda com vagens de feijão nos olhos” ou que “parece que comeu um macaco”, não se assuste, é sinal de que não anda a moderar os níveis de entusiasmo no que toca à paixão. Isto porque ambas as expressões querem dizer que está, em bom português, “caidinho por alguém”.

Da mesma forma, se disser a alguém que “caiu como um pinheiro”, está na verdade a dizer-lhe que com ele/a foi “amor à primeira vista”.

O trabalho Love Idioms From Around the World, feito pelo ilustrador inglês Elly Walton para a marca de joias Vashi, consistiu em reunir expressões que demonstram amor ou que brincam com o falhanço das relações — como “ser atingido por um ancinho”, que em França significa ser rejeitado.

A marca de joias teve como objetivo fazer com que as ilustrações cativassem os utilizadores da internet e fossem bastante partilhadas, em diferentes partes do mundo. Por outro lado, pretendeu mostrar que o amor se pode expressar de formas divertidas e inusitadas”, explica Elly Walton ao Observador.

O objetivo, segundo o autor, foi conseguido com sucesso já que as ilustrações são partilhadas não só nos países de onde as expressões vêm, como em outros de diferentes partes do mundo.

Coreia do Sul, Grécia, China, Alemanha, Suécia, Japão, Brasil, Rússia, América Latina, Colômbia, Polónia, Itália e França contribuíram para a lista. Portugal não ficou de fora e a conhecida expressão “arrastar a asa”, que dispensa explicações, também faz parte da lista. Para ajudar a compor o conjunto, o Observador deu ainda a conhecer ao autor a famosa expressão “sentir borboletas no estômago”, uma forma simples de dar a entender que a paixão está a instalar-se, e que aqui, neste rol de emoções, encaixa na perfeição.

Já sabe, seja original e opte por uma das expressões que damos a conhecer na galeria de imagens inicial.