O treinador do Sporting de Braga, José Peseiro, disse hoje que o Benfica é favorito para a Supertaça Cândido Oliveira de futebol, que se disputa no domingo, no Estádio Municipal de Aveiro, mas sublinhou que os ‘arsenalistas’ não estão intimidados.

“O Benfica é favorito, mas isso não nos impede de ter ambição, motivação e acreditar que é possível ganhar a Supertaça”, afirmou o novo treinador dos ‘arsenalistas’.

Na conferência de imprensa de antevisão do jogo da Supertaça, o seu primeiro jogo oficial neste regresso ao clube minhoto, Peseiro lembrou que o Benfica venceu o Braga nas três vezes em que as duas equipas se defrontaram na época passada e que, desde 1997, Benfica, Sporting e FC Porto foram os vencedores da Supertaça.

“Isso não nos atemoriza. Alimenta-nos, entusiasma-nos, motivamo-nos para concretizar um desejo e um objetivo da época que é vencer a Supertaça”, afirmou o treinador.

Peseiro referiu ainda que o Braga “tem valor e tem humildade e a capacidade de perceber os recursos que o Benfica tem”, mas realçou que isso não intimida, nem coloca em inferioridade o clube minhoto, adiantando que vão jogar o jogo “olhos nos olhos”.

“Sabemos que vai ser difícil, temos de estar no nosso melhor momento individualmente e coletivamente. A superação, o compromisso, a determinação e o empenhamento que vamos colocar no jogo é determinante numa fase destas da época”, disse o técnico.

Quanto ao facto de o avançado Rafa estar a ser cobiçado por vários clubes, Peseiro disse que o jogador só pensa na Supertaça e “está mais disponível para ajudar a equipa a conquistar este grande desafio”.

“Sabemos que é um jogador que tem mercado, que é um excelente jogador. Mas o mais importante é a final de amanhã [domingo]. Rafa tal como todos os outros jogadores estão empenhados e estão focados para a Supertaça. É isso que exigimos deles, não mais do que isso e conto com eles em função daquilo que cada um pode dar”, disse.

Questionado sobre a possibilidade de o Benfica estar mais fraco depois da saída de Gaitan e Renato Sanches, Peseiro lembrou que o Braga também não tem Josué, Luís Carlos, Fonte nem Ricardo Ferreira, que também foram preponderantes na época passada para os ‘arsenalistas’.

José Peseiro adiantou ainda que espera que as duas equipas vão jogar ao ataque, sabendo que têm de defender muito bem quando o adversário tem a bola.

“O Braga não vem aqui ser subserviente. Tem a sua forma de jogar, tem a sua estratégia, quer também ter bola e comandar o jogo com bola”, disse o técnico, adiantando que espera que a sua equipa “jogue fluida, que tenha prazer, que desfrute do jogo, que saiba bem o que tem de fazer em cada momento e em cada situação”.

José Peseiro defendeu ainda que o árbitro João Capela merece estar nesta final, tal como o Benfica e o Sporting de Braga, adiantando que se trata de “um dos melhores árbitros portugueses, que ficou em segundo lugar na temporada passada”.

A Supertaça Cândido de Oliveira disputa-se no domingo, às 20:45, no Estádio Municipal de Aveiro, colocando frente a frente os tricampeões nacionais, o Benfica, e os vencedores da Taça de Portugal, o Sporting de Braga.

A partida, que vai ser arbitrada por João Capela, da Associação de Futebol de Lisboa, deverá marcar a estreia nas competições portuguesas dos testes para a aplicação do vídeo-árbitro.