Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Num vídeo de propaganda do Estado Islâmico recentemente divulgado, o grupo terrorista ameaça Espanha e outros países europeus com novos ataques terroristas. O apelo é dirigido aos muçulmanos que vivem na Europa, para que levem a cabo atentados nos países onde vivem. A ameaça surge apenas um mês depois do alerta da Europol sobre “repetidas ameaças” do Estado Islâmico a Portugal e a Espanha.

No filme, o grupo terrorista apela à realização de ataques em “mercados e estações de comboios” e para além de Espanha, incita também a que sejam realizados atos de terror em França, Alemanha, Bélgica, Itália, Dinamarca e Irão. Muitas das imagens que aparecem no vídeo de 3 minutos e 46 segundos são extremamente violentas, incluem decapitações e cenas dos atentados de Nice e fazem referência ao “nosso irmão” Omar Mateen (o atirador que matou 49 pessoas numa discoteca gay em Orlando).

O vídeo foi realizado pela Constancy TV (o canal de televisão do auto-proclamado califado) e divulgado pela agência de inteligência espanhola AICS, que o disponibilizou ao site espanhol lainformacion.com (atenção: contém imagens que podem ferir a sensibilidade dos leitores). Os incentivos à realização de atentados terroristas como forma de retaliação aos ataques aéreos levados a cabo em territórios do auto-proclamado califado terrorista são feitos em inglês.

Abu Mohamed al-Adnani, porta-voz dos grupo radical islâmico e considerado um dos ideólogos do Estado Islâmico, ouve-se no início e no fim do vídeo. A mensagem “de ataque aos infiéis, nos seus próprios países” transmitida em árabe surge também legendada em inglês.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR