Nelson Semedo, Gelson Martins e André Silva estão na convocatória de Fernando Santos para o jogo contra a Letónia, no Estádio do Algarve, agendado para dia 13 de novembro. Essa partida conta para a quarta jornada do Grupo B da qualificação para o Campeonato do Mundo de 2018, na Rússia. Pepe e João Moutinho ficam fora dos eleitos.

“A Letónia continua a ser perigosa”, começou por dizer o selecionador nacional em conferência de imprensa, desvalorizando a classificação em que se encontra o rival. “Não há nenhum jogo que não tenha o seu grau de dificuldade. As duas derrotas que a Letónia teve podiam não ter acontecido. É uma equipa com experiência, jogam juntos há muito tempo. Vão procurar defender bem e contra-atacar, é o que fazem melhor.”

A convocatória de Fernando Santos

Mostrar Esconder
  • Rui Patrício, Anthony Lopes, Marafona
  • Nelson Semedo, João Cancelo, José Fonte, Bruno Alves, Luis Neto, Raphael Guerreiro, Antunes,
  • William, Danilo Pereira, João Mário, Renato Sanches, André Gomes, Adrien Silva, Pizzi
  • Bernardo Silva, Ricardo Quaresma, Gelson Martins, Nani, Cristiano Ronaldo, Éder, André Silva

O selecionador nacional abordou ainda as ausências de Pepe e João Moutinho, que falham o jogo por lesão. “Sente-se sempre a ausência de jogadores que têm sido titulares, mas acredito em todos os jogadores. Aqueles que chamei têm hábitos e rotinas de jogarem juntos.”

Fernando Santos foi também questionado sobre Adrien, que tem falhado os últimos jogos do Sporting e que voltou ontem à atividade, na Liga dos Campeões. “Jogou ontem, entrou bem. Ele está bem, se não fosse assim, o treinador não o metia em campo. O Adrien é importante. Tem mais um jogo para jogar, não há razões para não o convocar.”

As nomeações de Fernando Santos para melhor treinador do mundo e de Ronaldo para melhor jogador, a que se junta a conquista de Golden Boy por parte de Renato Sanches, foi outro tema pelo qual foi questionado, mas o selecionador tenta desvalorizar o feito. O dele, claro. “A única preocupação que tenho a olhar para a concorrência é a Letónia. O meu foco está aí e não no dia 9 de janeiro [entrega dos prémios]. Estamos preparados para a ganhar à Letónia, isso é que é importante.” Pep Guardiola, Jurgen Klopp e Diego Simeone não lhe roubam o sono, portanto…

E sobre o Golden Boy, mister? “É sempre importante para o futebol português, que nos tem habituado a construir coisas muito boas. Parabéns ao Renato pela conquista. Isso ilustra o trabalho que tem sido feito nos últimos anos, quer ao nível dos clubes, quer ao nível da federação. Tem sido um trabalho excelente.”

Esta será a quinta vez que os portugueses defrontam a seleção da Letónia. Esta história começou em 1994, com um 3-1, cortesia de João Vieira Pinto (bisou) e Luís Figo. O golo dos adversários foi marcado por Jevgenijs Milevskis. Para esse duelo inaugural, António Oliveira escolheu Vítor Baía, João Pinto, Hélder Cristóvão, Paulo Madeira, Vítor Paneira, Rui Costa, João Vieira Pinto, Paulo Sousa, Nelo, Luís Figo e Domingos Paciência. Em junho de 1995 Portugal voltou a vencer: 3-2, com golos de Figo, Secretário e Domingos.

A caminhada para o Campeonato do Mundo de 2006, na Alemanha, voltou a juntar as duas seleções. Portugal venceu novamente, em dose dupla (2-0 e 3-0). Os golos lusos foram marcados por Cristiano Ronaldo, Hugo Viana e três de Pauleta.

Mais ou menos dez anos depois, Portugal e Letónia voltam a medir forças, sendo que agora os portugueses vivem felizes da vida no trono do futebol europeu. Portugal segue na segunda posição do Grupo B, a três pontos da Suíça, que recebe as Ilhas Faroé na próxima jornada.