Lembra-se do Stig? Aquele piloto que conduzia que se fartava, fazendo verdadeiras loucuras para o programa da BBC Top Gear, e cuja magia estava também associada ao facto de ter sempre a sua identidade protegida por um capacete branco? Pois bem, voltou e deu a cara pelo mais recente desafio a que Land Rover decidiu sujeitar o seu Range Rover Sport.

A fasquia foi colocada bem lá em cima, mais concretamente a mais de 2.000 metros de altitude, no famoso “Inferno Downhill”, situado em Mürren, na Suíça. O local é conhecido desde que, em 1928, “um grupo de loucos esquiadores britânicos”, decidiu desafiar os seus próprios limites num downhill só para corajosos.

Agora, outro britânico e outra loucura: um Range Rover Sport, com motor V8 5.0 litros sobrealimentado de 510 cv, foi entregue nas mãos do piloto Ben Collins. Ao ex-Stig do Top Gear foi pedido que fizesse mais uma proeza digna… do Stig – conhecido por conduzir depressa em qualquer coisa que mexa, seja aos comandos de um superdesportivo ou do mais pacato e barato citadino.

Collins teria de percorrer o mais duro circuito de esqui, com um total de 14,9km de extensão, descendo 2.170 metros com gradientes de inclinação de 75%. E depressa, muito depressa, encontrasse pela frente terra, lama, gravilha, asfalto ou cascalho.

Será que o habilidoso piloto evitou todas as ratoeiras, que facilmente o levariam até lá abaixo, mas aos trambolhões, naquela que seria, muito provavelmente, a última habilidade do Stig? O melhor é ver o vídeo mas, para aguçar-lhe a curiosidade, saiba que o britânico conseguiu alcançar velocidades acima de 150 km/h.

[jwplatform YxOXCFKj]