O grupo de hackers mais temido da Internet, Anonymous, deixou bem clara a mensagem que queria transmitir a Donald Trump, o Presidente eleito dos Estados Unidos da América. Nos tweets digidos a Trump é possível ler-se a ameaça de que o Presidente vai arrepender-se dos próximos quatro anos, apelando ainda a que as pessoas utilizem as ferramentas que o grupo lhes fornece.

“tens ligações financeiras e pessoais com a máfia Russa, traficantes de crianças e lavagens de dinheiro.” “Isto já não são os anos 80, a informação não desaparece, está tudo por aí. Vais-te arrepender dos próximos quatro anos” – pode ler-se nos tweets do grupo em resposta a uma publicação de Donald Trump naquela que é a sua rede social de eleição.

A conta do grupo Anonymous tem recebido vários pedidos de ajuda por parte dos cidadãos americanos e, num tweet geral, o grupo respondeu:

“‘Vão-se a ele #Anonymous’ ‘Levantem-se!’ ‘Salvem-nos por favor!’ Não, vão vocês atrás dele. É o vosso dever como adultos. Nós demo-vos as ferramentas, usem-nas” – pode ler-se na publicação.

Antes das eleições terminarem, o grupo já tinha declarado que seria contra Donald Trump, tendo lançado nas redes sociais o movimento #OpTrump que fez com que, temporariamente, o site do Presidente eleito tivesse sido desligado e levou ainda a alegados ataques ao voicemail de Trump.