Não acontecia há oito anos, mas o reencontro está preste a acontecer. Serena Williams e a irmã, Venus Williams, vão defrontar-se no court de ténis para disputar a final feminina do Open Austrália, a primeira prova do ano de um Grand Slam.

“Seria um sonho vê-la do outro lado da rede no sábado”, afirmou Venus Williams antes de a irmã Serena, entrar no court para disputar a meia-final contra a croata Mirjana Lucic. Pois bem, o sonho realizou-se. Passados oito anos desde a final de Wimbledon, em 2009, em que Serena levou a melhor perante a irmã Venus, as manas voltam a encontar-se este sábado, dia 28, na cidade de Melbourne, onde está a decorrer o Open Austrália 2017.

Curiosidade:

Mostrar Esconder

Foi precisamente na prova australiana que há 19 anos as irmãs Williams se defrontaram pela primeira vez num court de ténis, vão disputar a final da mesma quase 20 anos depois.

Depois de Venus Williams ter garantido a presença na final, ao derrotar a compatriota Coco Vendeweghe, e de Serena Williams ter garantido o lugar ao lado da irmã na final, eliminando Mirjana Lucic, ambas não queriam acreditar o que lhes estava a acontecer.

Serena afirmou, em entrevista ainda no court depois de ter carimbado o passaporte para a final, que é um sonho realizado para ambas e que Venus é a sua adversária mais dura. “Nunca ninguém me venceu tanta vez como a Venus”, contou a número dois do ranking mundial.

No fim garantiu ainda que não importa quem vai ganhar ou perder. O que importa é que “uma Williams vai vencer este torneio”.

Veja aqui as emoções das irmãs Williams da passagem à final: