Rádio Observador

Super Bowl

Os anúncios imperdíveis (e milionários) do Super Bowl

216

Tanto defendem uma América aberta a todos, como apostam mais na emoção e humor. Do polémico anúncio da Budweiser à anedótica aposta da Mr. Clean, houve 44 anúncios a marcar o Super Bowl 2017.

Trinta segundos de atenção no intervalo da Super Bowl custam às marcas interessadas qualquer coisa como 5,02 milhões de dólares. Os estudos que garantem não haver relação entre a aposta publicitária durante um dos eventos desportivos mais importantes do ano e o lucro das empresas não as demove de desembolsar tantos milhões. Ora através do humor, ora aproveitando o pódio para tecer críticas políticas ou apelar à emoção, o que importa é ser arrojado para ficar na memória.

Para quem nada sabe sobre as regras do futebol americano, o Super Bowl é o momento ideal para uns minutos de entretenimento. Se o sono não lhe permitiu ficar colado ao ecrã até ao intervalo em Houston, não desespere já: o Observador recolheu a maioria dos 47 anúncios das marcas que este ano compraram os preciosos segundos do Super Bowl. Alguns já causam burburinho pela Internet fora: há críticas duras a Trump e sensualidade em desenhos animados.

Curioso? Pode ver os anúncios aqui.

Wix

Bud Light

Budweiser

Busch Beer

McDonald’s

Pepsi

Kia

Avocados Mexico

Ford

Skittles

Snickers

Weather Tech

Wendy’s

GNC

Turbotax

Honda

Audi

Febreze

Google

Mr. Clean

Lexus

Mercedes Benz

Coca-Cola

84 Lumber

Buick

Intel

Michelob Ultra

Hyundai

Persil

KFC

Tiffany & Co.

Bai

Evony

T-Mobile

Sprint

Tide

Wonderful Pistachios

Fiji Waters

King’s Hawaiian

Mobile Strike

Nintendo Switch

H&R Block

World of Tanks

Michelin

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros de órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: mlferreira@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)