470 mil euros. Este é o valor aproximado que marcas como a Protein World, SugarBearHair e Lumee Case estão dispostas a pagar para que Kim Kardashian partilhe uma fotografia publicitária a um dos seus produtos na rede social Instagram. À lista juntam-se as irmãs Khloé e Kourtney Kardashian que podem ganhar até 233 mil euros (250 mil dólares) se partilharem um post com os seus 54,5 e 64,3 milhões de seguidores, respetivamente. Números menos rentáveis quando comparados com os mais de 95,1 milhões de seguidores de Kim, mulher de Kanye West.

Os números adiantados por Michael Heller, CEO da empresa de marketing digital Talent Resources, à revista Us Weekly, comprovam oficialmente o que toda a gente já sabia: a rede social Instagram das irmãs Kardashian vale ouro e pode mesmo representar cerca de 25% das suas receitas — seja para patrocinar vitaminas para o cabelo, chás para emagrecer ou capas de telemóvel luminosas.

https://www.instagram.com/p/BJbEC96h3a5/

https://www.instagram.com/p/BREPWychhOH/

Já as irmãs mais novas do trio, leia-se Kendall e Kylie Jenner, lucram cerca de 370 mil euros por cada partilha com os seus 76,4 e 89,1 milhões de seguidores. Um investimento que, segundo Michael Heller, tem retorno, uma vez que “os produtos esgotam”. A boa notícia, em nome da transparência, é que por cada post patrocinado as irmãs Kardashian normalmente usam as hashtags #ad e #collab para alertar os seguidores de que estão a ser pagas para promover um determinado produto.

https://www.instagram.com/p/BRn9zi_DIrI/