Kim Kardashian

Isto é o que as Kardashians ganham por cada post no Instagram

Michael Heller, especialista em marketing digital, confirmou à revista Us Weekly quanto é que as irmãs Kardashian e Jenner chegam a ganhar com cada publicação no Instagram: quase meio milhão de euros.

Kim Kardashian é a irmã mais rentável e chega a ganhar 470 mil euros por publicação.

Instagram (Divulgação)

Autor
  • Sílvia Silva

470 mil euros. Este é o valor aproximado que marcas como a Protein World, SugarBearHair e Lumee Case estão dispostas a pagar para que Kim Kardashian partilhe uma fotografia publicitária a um dos seus produtos na rede social Instagram. À lista juntam-se as irmãs Khloé e Kourtney Kardashian que podem ganhar até 233 mil euros (250 mil dólares) se partilharem um post com os seus 54,5 e 64,3 milhões de seguidores, respetivamente. Números menos rentáveis quando comparados com os mais de 95,1 milhões de seguidores de Kim, mulher de Kanye West.

This is happening! The Lumee Black Duo is now in Apple Globally -Loving the back light! #lumeecollab

A post shared by Kim Kardashian West (@kimkardashian) on

Os números adiantados por Michael Heller, CEO da empresa de marketing digital Talent Resources, à revista Us Weekly, comprovam oficialmente o que toda a gente já sabia: a rede social Instagram das irmãs Kardashian vale ouro e pode mesmo representar cerca de 25% das suas receitas — seja para patrocinar vitaminas para o cabelo, chás para emagrecer ou capas de telemóvel luminosas.

Já as irmãs mais novas do trio, leia-se Kendall e Kylie Jenner, lucram cerca de 370 mil euros por cada partilha com os seus 76,4 e 89,1 milhões de seguidores. Um investimento que, segundo Michael Heller, tem retorno, uma vez que “os produtos esgotam”. A boa notícia, em nome da transparência, é que por cada post patrocinado as irmãs Kardashian normalmente usam as hashtags #ad e #collab para alertar os seguidores de que estão a ser pagas para promover um determinado produto.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Pais e Filhos

O curriculum dos pais /premium

Eduardo Sá
135

Num mundo em que os filhos nos pedem “Pai, vê aí, no Google, se Deus existe!”, temos de reconhecer que sermos pais é aquilo que mais nos torna “reserva natural da vida selvagem”.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)