Cidades

Cascais é a terceira melhor cidade do país, depois de Lisboa e Porto

10.286

Lisboa e Porto ocupam o primeiro e segundo lugares do ranking das melhores cidades de Portugal, divulgado pela Bloom Consulting. Cascais chega ao terceiro lugar, numa luta renhida com Braga.

A edição deste ano tem exatamente as mesmas 25 cidades da versão anterior do ranking

Husond/Wikipedia

O relatório anual da Bloom Consulting, uma consultora especializada em city branding, revelou esta terça-feira as 25 melhores cidades de Portugal. Para a elaboração do ranking são tidos em conta a economia turística e social, as pesquisas online e os sites e redes sociais de cada município.

Por quatro anos consecutivos, Lisboa ocupa o primeiro lugar da lista mas a Bloom Consulting destaca melhorias em todas as dimensões e variáveis analisadas, “afirmando-se mais uma vez como o município mais procurado online do país por turistas, investidores e cidadãos em geral”, segundo a empresa. Segue-se o Porto, que ocupa o segundo lugar.

O grande destaque vai para Cascais que ultrapassa Braga e chega ao terceiro lugar do pódio, sendo a único subida registada no top 5. De acordo com os dados do relatório, ambas as cidades “melhoraram em muito a sua prestação pelo que foi uma luta renhida pelo 3º posto”.

Depois de Coimbra e Sintra, o 7º lugar é ocupado por uma cidade da Madeira. Desde o primeiro relatório realizado pela Bloom Consulting, há quatro anos, Funchal tem registado uma crescida progressiva. Segue-se o município de Oeiras.

O aumento das pesquises online valeram a Faro uma subida de quatro posições que levou o município a chegar ao top 10, no 9º lugar. O top 10 fica preenchido com Setúbal.

A descida de uma posição de Aveiro, que está agora em 11º, é destacada pela Bloom Consulting. No 12º lugar, Vila Nova de Gaia, é caracterizado como o “município de mais impressionante crescimento ao longo das últimas edições, passando de 34º a 12º classificado em apenas 4 edições”.

O crescimento de várias cidades, inclusive Almada, no 12º lugar, obrigou cidades como Guimarães e Leiria a saírem do top 10, e a ficarem no 14ª e 15ª posições, respetivamente.

Matosinhos, Albufeira, Viseu, Portimão, Évora, Maia, Torres Vedras, Figueira da Foz, Viana do Castelo e Mafra ocupam, por esta ordem, os últimos 10 lugares do ranking.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Taxistas

Táxi? Não, carro com motorista /premium

Helena Garrido
135

Que serviços presta hoje um táxi ou a Uber? Com as escolhas que existem nas cidades, na era da economia da partilha, os taxistas que não o perceberem estão condenados. Nenhum governo os pode salvar.

Cidades

Nunca se lembram de baixar impostos /premium

Maria João Marques
681

Num país onde abusadores sexuais de crianças têm penas suspensas, há pessoas detidas por venderem bilhetes para o concerto dos U2 pelo preço que outros aceitam livremente comprar. É de loucos.

Bloco de Esquerda

Taxa Robles

Luís Campos e Cunha
314

A taxa Robles, produto da casmurrice ideológica em cima da ignorância do funcionamento dos mercados, teria o efeito de fazer perdurar a “especulação imobiliária”, o contrário do pretendido pelo Bloco.

Crónica

As cidades capturadas /premium

Maria João Avillez
226

Um dia Veneza será afogada pelos turistas, Barcelona fechará as portas, o Monte de São Michel soçobrará, Roma sucumbirá. E Florença talvez já tenha colapsado sem que ainda não se tenha dado por isso.

Crónica

Elogio da Água

Carlos Lemos

Esta água é a mesma que vem das chuvas: a água que cria, que revitaliza, que regenera. Imagem perfeita do devir e do retorno, a água retoma o seu ciclo, na viagem que empreende entre o Céu e a Terra.

Crónica

A Parábola, a Pintura e o Pródigo

Filipe Samuel Nunes

O Filho Pródigo de Rembrandt alerta que a diferença masculino/feminino é essencial no quotidiano. E que os desdobramentos desta complementaridade nos comportamentos são absolutamente desejáveis.

PSD

Um eleitor de direita em 2019 /premium

João Marques de Almeida

Rui Rio comete um erro enorme: pretende impor uma pureza ideológica que o PSD nunca teve. Não há qualquer problema no PSD ser também social democrata. O problema é o PSD ser apenas social democrata.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)