Fotogaleria. Quando um fenómeno raro cobre o Grand Canyon de nuvens

Em condições especiais e raras, o Grand Canyon é surpreendido pela "inversão de nuvens". A última vez que tal tinha acontecido foi em 2013. As fotos são raras e belas.

5 fotos

A “inversão de nuvens” é um fenómeno raro que só acontece perante condições muito especiais. Mas quando acontece é realmente único. A região do Grand Canyon, desfiladeiro moldado pelo Rio do Colorado, no Arizona, fica coberta por uma névoa, que muda completamente a paisagem. As fotos são a prova da beleza do local.

De acordo com Natasha Greiling do Simthsonian Magazine, a “inversão de nuvens” acontece quando uma camada de ar frio espessa fica presa por baixo de uma camada de ar mais quente. Se as condições climáticas estiverem especialmente húmidas, as temperaturas noturnas provocam a condensação de ar frio a níveis mais baixos, criando a tal “neblina”. Se a estas condições se acrescentar a inexistência de ventos, o fenómeno pode prolongar-se por alguns dias.

O fenómeno ocorre na sua forma mais completa e plena de 10 em 10 anos. E comprova que natureza pode impressionar-nos com algo tão simples. Veja as fotos e também em timelapse:

Grand Canyon Inversion: December 11, 2014

Recomendamos

Populares

Últimas

A página está a demorar muito tempo.