“Os nossos pensamentos estão com as vítimas e famílias de todos os que foram afetados pelos ataques de Manchester”, pode ler-se no anúncio que antecede alguns dos vídeos carregados pela Vevo no YouTube. A mensagem começou a surgir esta quarta-feira e, ao contrário dos anúncios que costumamos ignorar no YouTube, não tem som ou movimento. É apenas uma mensagem em fundo negro.

Também o YouTube colocou uma fita preta em sinal de luto na sua página britânica.

A Vevo é uma empresa de streaming de videoclips criada em conjunto pelas três grandes editoras de música – Universal Music Group, Sony Music Entertainment e, mais tarde, a Warner Music Group. O que isto significa é que a grande maioria (ou totalidade) dos videoclips produzidos por estas editoras é carregado no YouTube através da Vevo. A receita da publicidade é dividida entre a empresa e a Google (que adquiriu 7% das ações da empresa em 2013).

A mensagem da empresa surge depois do atentado de segunda-feira à noite em Manchester, que vitimou 22 pessoas e feriu mais de 60, uma grande maioria das quais crianças e jovens que assistiam a um concerto de Ariana Grande (uma das artistas registadas na Vevo).