Hugo Soares foi eleito líder da bancada parlamentar do PSD por 85,4% dos votos. O deputado, eleito pelo círculo eleitoral de Braga, sucede assim a Luís Montenegro na direção do grupo parlamentar social-democrata. Na primeira declaração que fez, Hugo Soares prometeu uma “oposição de combate”.

O até agora vice-presidente da bancada parlamentar do PSD foi eleito com 76 votos a favor, 12 votos brancos e um voto nulo. Participaram na votação todos os 89 deputados sociais-democratas. Na primeira declaração que fez enquanto líder parlamentar — e em que não se disponibilizou para responder às perguntas dos jornalistas — Hugo Soares disse que a votação veio “reafirmar a união e coesão do grupo parlamentar”.

Também afirmou que o grupo parlamentar do PSD “continuará a apresentar ao país um projeto alternativo” e a “denunciar um primeiro-ministro que foi uma ilusão e que é hoje chefe de um Governo de desilusão”. “Vamos ser uma oposição de combate, mas sobretudo construtiva, mostrando que há alternativa para o país.”, disse o deputado.

O dirigente social-democrata era candidato único nestas eleições. Na lista que levou a votos, manteve todos os “vices” de Luís Montenegro — António Leitão Amaro, Carlos Abreu Amorim, Miguel Santos, Adão Silva, Amadeu Albergaria, Luís Leite Ramos, Sérgio Azevedo, Berta Cabral, Nuno Serra e Miguel Morgado — integrou na direção da bancada José Cesário e Margarida Mano.

Para secretários da direção, Hugo Soares escolheu Pedro Pimpão, Ângela Guerra (ambos transitam da anterior direção) e Clara Marques Mendes.