Rádio Observador

PS

Candidato do PS aposta na construção de aeroporto em Coimbra

4.079

O candidato do PS à Câmara de Coimbra, Manuel Machado, disse que a sua prioridade, se for reeleito para o cargo, será a construção de um aeroporto na cidade.

Manuel Machado: "A pista já está preparada para receber aviões de grande porte"

SÉRGIO AZENHA/LUSA

Autor
  • Agência Lusa
Mais sobre

O candidato do PS à Câmara de Coimbra, Manuel Machado, disse neste domingo que a sua prioridade se for reeleito para o cargo será a construção de um aeroporto na cidade. “Liderarei no próximo mandato autárquico a transformação do aeródromo de Coimbra, o Aeródromo Municipal Bissaya Barreto, em Cernache, num aeroporto civil comercial”, afirmou, na apresentação oficial da sua recandidatura, no Convento de São Francisco, na presença do secretário-geral do PS e primeiro-ministro, António Costa.

“No essencial, a pista já está preparada para receber aviões de grande porte: ainda em julho o Presidente da República lá aterrou a bordo do maior avião que, neste momento, está ao serviço da Força Aérea Portuguesa”, enfatizou. Para Manuel Machado, “a falta que um aeroporto faz às dinâmicas que Coimbra está a criar e a liderar é, por sinal, proporcional às limitações de oferta dos aeroportos que o país tem neste momento” a funcionar.

Portugal tem falta de capacidade aeroportuária. E a Região Centro não tem nenhum aeroporto a funcionar no território dos seus concelhos”, afirmou. Segundo o candidato à Câmara de Coimbra, “falta ampliar a pista e adaptá-la às condições de circulação da aviação comercial” e falta projetar e construir “instalações de apoio técnico, logístico e de segurança”.

“As ligações, quer à autoestrada A1, quer ao IC2 [a antiga Estrada Nacional 1], quer à autoestrada do Interior, a A13, quer ao IP3, que liga a Figueira da Foz a Viseu, quer às vias de acesso ao centro de Coimbra, estão no essencial construídas. Falta completar essas ligações rodoviárias”, adiantou.

Com este novo aeroporto, “vocacionado para voos ‘low cost’ e sobretudo tendo como destino Coimbra e Fátima para voos ‘charter'”, Coimbra resolverá “uma parte do seu problema de distância dos grandes aeroportos de Lisboa e Porto”, segundo Manuel Machado. “Resolverá idêntico problema aos concelhos seus vizinhos. E ajudará o país a ultrapassar os atuais constrangimentos de oferta aeroportuária.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)