Primeira Liga NOS

Vídeos. E à quarta vez, não foi preciso o vídeoárbitro: foi mesmo penálti

1.088

O Benfica pediu três penáltis, todas por mão na bola. Hugo Miguel recorreu três vezes ao VAR e mandou sempre seguir o jogo. À quarta, não teve dúvidas: foi mesmo penálti por mão na bola de Battaglia.

Quatro pedidos de penálti pelo Benfica, todos por mão na bola, só um dado pelo árbitro Hugo Miguel: aquele que a dois minutos do fim valeu o empate ao Benfica e o primeiro golo de Jonas ao Sporting. E o único em que nem sequer foi preciso recorrer ao vídeoárbitro.

[Veja neste vídeo a repetição dos lances mais polémicos do derby]

O primeiro lance polémico aconteceu na primeira parte do dérbi lisboeta e obrigou logo o árbitro Hugo Miguel a recorrer ao VAR. Aos 34 minutos, Jonas rematou à meia volta e a bola bateu em Fábio Coentrão. A jogada prosseguiu e Krovinovic rematou e ainda acertou no poste. O Benfica pediu penálti por mão na bola do lateral esquerdo sportinguista e o árbitro da partida recorreu aos juízes que estavam a ver a partida na televisão. Veredito final: a bola bateu sim na cara de Coentrão como se pode ver no ângulo de uma das câmaras.

Já na segunda parte, aos 60 minutos, os encarnados voltaram a pedir grande penalidade por mão na bola: desta vez, de Piccini. Jonas rematou dentro de área, a bola desviou no lateral direito sportinguista e saiu pela linha de fundo. Hugo Miguel consultou novamente o vídeoárbitro e concluiu: não há penálti.

E não há duas sem três. Aos 74 minutos, o Benfica voltou a reclamar grande penalidade por mão na bola dentro da grande área. O acusado foi William Carvalho. Num lance com Raúl Jiménez, o capitão sportinguista pareceu ajeitar a bola com o braço. Hugo Miguel não correu riscos: recorreu ao VAR e voltou a mandar seguir o jogo.

Mas à quarta vez, Hugo Miguel nem sequer precisou do vídeoárbitro. Rafa rematou e Battaglia desviou com a mão. Amarelo para o argentino e penálti para o Benfica. Jonas acabou por fazer o empate para os encarnados, marcando pela primeira vez aos leões.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site