O Partido Socialista pediu desculpas ao presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, depois de alguém com acesso à sua conta oficial ter partilhado um tweet (entretanto apagado) em que classificava como “assustador” uma das frases proferidas pelo dirigente desportivo na conferência de imprensa desta segunda-feira à tarde: “Eu não sou daqueles que dorme com um olho aberto. Eu quando durmo tenho os três olhos fechados.”

O tweet entretanto apagado era o seguinte:

Passado algum tempo, o PS deu-se conta do engano e explicou que “por lapso, foi publicado na conta um twett [sic] que se pretendia publicar numa conta pessoal”. O PS pedia então “desculpas ao Sporting, aos seus adeptos e ao seu Presidente”. Logo nas duas primeiras frases, dois erros: o PS escreveu “twett” em vez de “tweet” e marcou uma conta de Twitter (@PresidenteSCP), uma conta não oficial.

O PS voltou, meia-hora depois, a publicar novo tweet em que mantinha a mesma informação, mas corrigia esses dois erros. Explicava, tal como no primeiro pedido de “sinceras desculpas”, que “o PS não interfere nem comenta a vida de outras instituições”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR