Depois de vários anos a ter “Cupra” apenas como designação das versões mais desportivas dos modelos da marca, a Seat autonomiza a denominação, transformando-a na sua marca desportiva e procurando assim cativar clientes em busca de emoções fortes e acelerações entusiasmantes. E, para arrancar com o pé direito, anuncia desde já o Cupra Ateca, um SUV discreto, mas com 300 cv. Mas vai haver mais novidades em breve.

Exibindo o símbolo triangular que passa a ser a sua imagem de marca, a Cupra tem no Ateca o SUV mais potente alguma vez construído pelo grupo Seat, graças à utilização de um 2,0 litros a gasolina a debitar qualquer coisa como 300 cv. E que, segundo revelou o próprio fabricante, no evento de apresentação que decorreu em Barcelona, é também “um dos motores tecnologicamente mais evoluídos do mercado”. Sendo que, neste caso em concreto, será associado a uma nova caixa automática DSG de sete velocidades.

Quanto à potência, é enviada para as quatro rodas através de um sistema de tracção integral adaptativo, que apresenta como principal trunfo a capacidade e analisar, a todo o momento, as condições da estrada, a velocidade do carro, a velocidade de rotação de cada uma das rodas, a posição do volante e o tipo de condução, de forma a garantir o comportamento mais eficaz e a melhor tracção. Veja aqui como decorreu a apresentação da nova marca:

[jwplatform o9OT2dKW]

Cupra Ateca faz 0 aos 100 km/h em 5,4 segundos

Segundo os dados já divulgados pela marca espanhola, o Cupra Ateca consegue acelerar dos 0 aos 100 km/h em apenas 5,4 segundos, atingindo, em seguida, a velocidade máxima de 245 km/h. Com o fabricante a acrescentar que o condutor pode optar ainda por um total de seis modos de condução – Normal, Sport, Neve, Todo-o-Terreno e, claro, Cupra -, para não só beneficiar de respostas distintas da parte do motor e da direcção, como de sonoridades mais ou menos presentes.

A par deste Cupra Ateca, a Seat deu ainda a conhecer, no mesmo evento, o primeiro carro de corridas da marca Cupra. Basicamente, uma versão revista e melhorada do Leon TCR, a que foi dado, precisamente, o nome de Cupra TCR.  Com a garantia de que poderá entrar em competição ainda este ano.

4 fotos

Cupra Ibiza com os mesmos argumentos do Polo GTI

Ao mesmo tempo, no evento realizado na capital da Catalunha, a Seat deu ainda a conhecer o Cupra Ibiza Concept, além de um estudo de design, denominado Cupra Arona.

No que diz respeito ao Cupra Ibiza e embora a marca pouco ou nada tenha revelado sobre a versão de produção, os rumores apontam para que esta venha a beneficiar dos mesmos argumentos do “primo” Volkswagen Polo GTI. Ou seja, um 2.0 TSI a anunciar qualquer coisa como 200 cv de potência e 320 Nm de binário, valores que uma caixa automática de dupla embraiagem e seis velocidades se encarregará de enviar apenas para as rodas da frente.

Contudo, o Cupra Ibiza, a exemplo do que já está prometido para o Polo GTI, pode vir também a receber uma caixa manual de seis velocidades.

6 fotos

Genebra é palco para primeiro contacto

Quanto à comercialização, tudo aponta para que o Cupra Ateca seja o primeiro a chegar aos concessionários, já que tanto o Cupra Ibiza, como o Cupra Arona, são projectos ainda no arranque.

Como tal e para ver qualquer coisa ao vivo, só mesmo no Salão Automóvel de Genebra, onde (pelo menos) o Cupra Ateca estará certamente presente. Lado a lado com o Leon Cupra R ST, à partida, o último dos Seat a ostentar este logótipo como versão desportiva, em vez de construtor independente da marca espanhola.