Rádio Observador

Universidades

Passos Coelho vai dar aulas no ISCSP

2.802

Ex-primeiro-ministro recebeu convites de três instituições de ensino superior, duas públicas e uma privada. Passos vai ensinar economia e administração pública.

JOÃO PORFÍRIO/OBSERVADOR

Pedro Passos Coelho vai dar aulas de Administração Pública no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, escreve a Visão e confirmou o Observador junto de fonte próximo do ex-primeiro-ministro. Em aberto está possibilidade de Passos dar também aulas de Economia em outras duas instituições de ensino superior, uma pública e outra privada.

A notícia de que Pedro Passos Coelho estava de regresso à universidade foi avançada a meio de fevereiro pelo Diário de Notícias, pouco antes de o PSD se reunir no congresso que marcou a despedida do ex-primeirom-ministro e a chegada de Rui Rio à presidência do partido.

Para já, está confirmada a entrada de Passos para o corpo docente do ISCSP (onde António José Seguro, ex-líder do PS, também é professor), para dar aulas de Administração Pública a alunos de mestrado e a doutorandos por aquela instituição. É possível que a atividade letiva possa começar já no segundo semestre deste ano.

Mais tarde — eventualmente, no próximo ano letivo –, Passos Coelho poderá começar a dar aulas noutras duas instituições de ensino superior. As universidades em causa ainda não foram divulgadas porque, diz fonte próximo do ex-primeiro-ministro, apesar de os convites terem sido formalizados os respetivos conselhos científicos ainda não se pronunciaram sobre essa possibilidade.

Pedro Passos Coelho liderou o PSD até meados deste mês, depois de ter sido primeiro-ministro entre 2011 e 2015, e continuou como deputado até esta semana, quando renunciou ao mandato. Antes de chegar ao Governo, o social-democrata já tinha dado aulas no Instituto Superior de Ciências Educativas.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Universidades

Os concursos de promoção do pessoal docente

Gonçalo Homem de Almeida Correia

É preciso pensar de outra forma o ensino superior valorizando os que estão dentro e apostando nos que vêm de fora com outras ideias. E isso não passa necessariamente por gastar mais dinheiro.

Educação

Uma escola nova, um Homem novo

Luís Filipe Torgal
240

Na escola da flexibilidade não há lugar para incrédulos: quem denuncia as contradições da cartilha é rotulado de professor ignorante, senil e falastrão, aluno arrogante ou pais elitistas e reacionários

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)