As homenagens ao físico Stephen Hawking , falecido esta quarta-feira, vêm um pouco de todo o lado. Neymar partilhou ontem à noite uma frase de Hawking acompanhado de uma fotografia em que aparece com a perna engessada e sentado numa cadeira de rodas, tal como passou grande parte da sua vida o cientista, depois de aos 21 anos lhe ter sido diagnosticado Esclerose Lateral Amiotrófica.

“Você tem que ter uma atitude positiva e tirar o melhor da situação na qual você se encontra”, pode ler-se na descrição da foto.

A publicação já valeu a Neymar mais de quatro milhões de gostos e 58 mil comentários, mas nem todos os internautas apoiam a “homenagem” prestada ao falecido astrofísico.

O jogador brasileiro  do Paris Saint-Germain está de baixa devido a uma lesão, mas nem assim deixa de ser assunto nas redes sociais. Há quem acuse Neymar de egocentrismo. “É o auge do egocentrismo por-se no lugar de Stephen Hawking”, lê-se num dos comentários. “A atual situação de [lesão] do Neymar em nada se compara com a situação em que vivia Hawking”, lê-se noutro. “Sem ética, em moral, sem simpatia”, escreveu ainda outro internauta que desejou que Neymar perdesse todo o dinheiro que tem.

No site da SBNation, o editor Nate Scott escreveu que “Neymar ouviu que um famoso cientista tinha morrido e que passou grande parte da sua vida numa cadeira de rodas” e que por isso o jogador deve ter pensado que seria boa ideia homenageá-lo desta maneira. Ainda assim, o editor escreve também que foi algo “egocêntrico” da parte do jogador ter feito com que as atenções se centrassem nele num momento em que também está lesionado.

“Esta foto vai mostrar aos meus fãs o quão forte eu sou enquanto luto contra esta verdadeira luta [a lesão na perna direita], semelhante à que Hawking também ultrapassou, embora até me possam dizer que a minha situação é muito pior porque ele era apenas um  cientista e eu sou o famoso jogador Neymar”, escreveu Scott, simulando e criticando aquela que poderá ter sido a ideia do brasileiro.