As autoridades de Teerão, capital do Irão, cancelaram os planos de transmissão do jogo contra Marrocos em locais públicos, como estádios ou parques, possivelmente por não quererem que homens e mulheres assistam ao jogo em conjunto. Havia planos para que o estádio Azadi abrisse as portas esta sexta-feira com o objetivo de permitir que as pessoas assisitssem ao jogo inaugural da seleção orientada pelo português Carlos Queiroz.

No entanto, o jornal Khabar Varzeshi disse que o plano foi cancelado em cima da hora sem qualquer explicação. No entanto, os responsáveis pelo estádio estão a trabalhar para que seja possível transmitir os jogos com Espanha e Portugal. Os jornalistas locais também disseram que receberam uma mensagem do ministro do Desporto a confirmar que os planos tinham sido cancelados.

As autoridades iranianas já tinham sido criticadas esta semana depois da exibição de um cartão de apoio à seleção que não incluía qualquer mulher. O cartaz já foi entretanto substituído por outro onde homens e mulheres aparecem juntos. O Irão está inserido no grupo B do Mundial, juntamente com Marrocos, Espanha e Portugal.