O pai de Meghan Markle acredita que a filha está a ter dificuldades para se adaptar ao seu novo papel enquanto duquesa de Sussex e membro da família real britânica. “Acho que ela está aterrorizada. Vejo-o nos olhos dela, no seu rosto e no seu sorriso“, disse Thomas Markle, no domingo, em entrevista ao jornal The Sun.

“Vejo o sorriso dela há anos. Eu conheço o sorriso dela. Não gosto daquele que estou a ver agora”, admitiu o pai, acrescentando que o sorriso de Meghan é “um sorriso de dor”. Diz que é possível que a filha esteja a ter apenas “dias maus”, mas mostrou-se preocupado com o facto de ela poder estar “sob muita pressão” naquela que é uma nova vida. Mas o pai da duquesa foi mais longe e disse mesmo que “há um preço elevado a pagar por casar com essa família“.

Não estou a culpar o Harry nem ninguém, mas eles seguem regras que não fazem sentido para mim”, afirmou, acrescentando que “eles não são menos humanos que os outros”.

À publicação britânica contou ainda que não fala com Meghan desde que conversaram depois do casamento real. “Falei com a Meghan e com Harry rapidamente depois do casamento“, recordou, acrescentando que o número para o qual tem telefonado “já não está a funcionar” e que não tem “nenhuma morada dela”.

“Enviei uma mensagem para o contacto que tenho no palácio a dizer que queria contactar a minha filha e não tive resposta”, prosseguiu. Thomas Markle diz que esta será provavelmente a vez em que está há mais tempo sem falar com ela: “Se eu tivesse uma mensagem para ela seria que lamento por qualquer coisa que tenha corrido mal“.

O pai de Meghan disse ainda estar a pensar fazer uma viagem até Inglaterra com o objetivo de fazer as pazes com a filha. O mais tardar no próximo mês, Thomas viaja de Rosarito, no México, até Londres e diz que vai fazer a sua própria reserva no hotel e tentar contactar a família real.

É triste que tenha chegado a este ponto. Lamento que tenha chegado a isto. Sim, tenho alguma culpa. Mas já deixei claro que vou pagar pelos meus atos para o resto da minha vida”, concluiu.

Em junho, o pai da duquesa de Sussex já tinha dado uma entrevista ao programa de televisão Good Morning Britain, tendo falado sobre vários temas, entre os quais uma conversa sobre política que teve com o príncipe Harry e o facto de ter ficado com ciúmes por ter sido o príncipe de Gales a acompanhar a filha ao altar.