A Farfetch comprou a empresa chinesa CuriosityChina para reforçar a área de negócio Black & White e permitir às marcas parceiras da plataforma um ponto de entrada no mercado chinês, anunciou a empresa esta sexta-feira em comunicado. Os consumidores chineses passam a ter acesso às marcas de luxo através do site, da app e do popular serviço de conversação WeChat.

A Black & White é a plataforma que o unicórnio (empresa avaliada em mais de mil milhões de dólares) com origem portuguesa lançou para trabalhar diretamente com as marcas de luxo, em fevereiro de 2015. Como? Disponibilizando-lhes tecnologia e serviços para que as usem autonomamente, como se de uma marca branca se tratasse. Esta nova área de negócio opera de forma independente.

Farfetch lança nova área de negócio. Black & White, por favor

Com esta aquisição, as marcas terão uma visão unificada de todo o inventário e poderão gerir os pontos de contacto com os clientes e terão a possibilidade de oferecer um serviço feito à medida do consumidor chinês. O objetivo da CuriosityChina, que tem clientes de mais de 80 marcas, é amplificar as marcas premium e de luxo através de plataformas digitais no mercado chinês.

Através desta plataformas, as marcas vão poder conceber e construir um site, aceder a funcionalidades omnical (que junta o canal offline, em loja, ao online) e enviar produtos para 190 países em 12 línguas, incluindo o chinês. Com esta aquisição, Judy Liu, cofundadora da empresa, vai assumir o cargo de diretora-geral da Farfetch na China. Alexis Bonhomme, também cofundador da CuriosityChina, vais deter responsabilidades a nível comercial e Arthur Shui vai ser responsável pela inovação tecnológica da Farfetch naquele país.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A Farfetch foi lançada em 2009 por José Neves, tem sede em Londres e é a plataforma líder global para a indústria da moda de luxo. Tudo indica que a empresa esteja a preparar a sua entrada em bolsa nos Estados Unidos, numa operação que pode avaliá-la em 4,5 mil milhões de euros. Segundo o Financial Times, a Farfetch está a tratar deste processo através  dos bancos de investimento JP Morgan e Goldman Sachs.

Oferta em bolsa. Farfetch contrata JP Morgan e Goldman Sachs

A Farfetch conta com 12 escritórios no mundo, 2 milhões de clientes e mais de 1.000 empresas parceiras em 40 países. Em abril, a empresa luso-britânica lançou  um programa de aceleração de startups, o Dream Assembly, que vai contar com o apoio de mentores da Farfetch, da marca global de luxo Burberry e da aceleradora norte-americana 500 Startups. Teresa Fernandes é a responsável pelo programa de aceleração.

Farfetch lança programa de aceleração de startups Dream Assembly