Ao sexto encontro de preparação, o Sporting teve o primeiro teste mais a sério antes do início da época e logo na estreia no Estádio Alvalade perante os seus adeptos. A casa esteve composta para receber os franceses do Marselha e assistir à apresentação do plantel leonino para a temporada que se iniciará a 11 de Agosto, frente ao Moreirense. O duelo entre as duas formações até deu empate a uma bola, mas o mais importante da noite era, talvez, o que acontecia antes do apito inicial.

O plantel leonino foi apresentado e bem recebido pelo público presente em Alvalade, dos reforços aos regressados, passando pelos que se mantiveram do ano anterior. Não houve surpresas -o regresso de Battaglia foi anunciado ao longo do dia -, mas também não houve grandes motivos para desilusão. Peseiro já tinha avisado que o Sporting que entraria em campo contra o quarto classificado da edição passada do campeonato francês seria diferente do que começará o campeonato em Moreira de Cónegos. O 1-1 no final da partida acabou por se ajustar a um jogo onde o conjunto leonino terminou melhor a partida do que começou e deixou sinais de esperança aos seus adeptos.

Ao todo foram apresentados 27 jogadores: Viviano, Salin, Luís Maximiano, Marcelo, Coates, Mathieu, André Pinto, Jefferson, Lumor, Ristovski, Bruno Gaspar, Petrovic, Misic, Wendel, Bruno Fernandes, Battaglia, Bruno César, Acuña, Nani, Matheus Pereira, Raphinha, Jovane Cabral, Carlos Mané, Montero, Doumbia, Castaignos e Bas Dost. De fora, ficaram Domingos Duarte, Demiral, Matheus Oliveira, Ryan Gauld e Palhinha. Os regressados Bruno Fernandes, Bas Dost, Battaglia e Nani receberam as ovações da noite, demonstrado que as pazes parecem feitas entre sportinguistas e atletas.

Mais uma rescisão que volta atrás: Battaglia está de volta ao Sporting

Quanto ao encontro propriamente dito, o Sporting entrou em campo com Viviano; Ristovski, André Pinto, Mathieu, Jefferson; Petrovic, Wendel, Bruno Fernandes; Nani, Matheus Pereira e Bas Dost. E não podia ter tido pior começo: atraso de Ristovski para Viviano, erro crasso do guardião italiano e golo de Germain, que aproveita a perda de bola do reforço leonino para inaugurar o marcador, aos quatro minutos. O cartão de visita não se pintava da melhor forma, mas os leões pareciam querer dar a volta aos acontecimentos e Nani, que envergava a braçadeira de capitão, quase empatou três minutos depois, mas o remate saiu um pouco ao lado do alvo. O extremo português era o mais inconformado do Sporting e, pouco depois, voltou a tentar a sua sorte, mas a bola não levou a direção desejada, mais uma vez.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A formação de Alvalade até tinha mais bola, mas não conseguia criar oportunidades claras de golo. Já perto do intervalo, Montero obrigou Pelé a agarrar a vantagem do Marselha, que ainda podia ter ampliado o marcado no último lance do primeiro tempo, mas Sanson atirou por cima. Ao intervalo, o Sporting perdia por 1-0, num jogo sem grandes ocasiões.

Bruno Fernandes foi aplaudido no regresso a Alvalade e chegou mesmo a envergar a braçadeira de capitão durante o encontro (Créditos: Getty Images)

O segundo tempo trouxe uma mudança de equipamentos da parte da equipa da casa, mas nem por isso mudou o filme do jogo. Mais bola do Sporting, mas pouca capacidade de criar perigo. O golo do empate acabou por surgir na sequência de uma bola parada, com André Pinto, na recarga a um cabeceamento seu, a atirar a bola para o fundo das redes francesa, depois de um cruzamento de Bruno Fernandes. O golo acabou por dar segurança aos leões, que estavam mais confortáveis no meio campo adversário e com mais largura no seu jogo. José Peseiro foi promovendo alterações na equipa, com a braçadeira de capitão a passar por Bruno Fernandes, após a saída de Nani, e a acabar no central Coates.

Misic, também ele entrado na segunda parte, atirou ao lado, antes de Acunã tentar a sua sorte mas também sem sucesso. Bas Dost ainda dispôs da última oportunidade do encontro, mas o cabeceamento saiu ao lado e o empate a um foi o resultado final. Terminado o embate, ouviram-se aplausos em Alvalade. Peseiro pediu união e o público correspondeu. Assobios só a um minuto do fim da partida, com a entrada do grego Mitroglou, ex-Benfica. A apresentação aos adeptos marcou o final da pré-época leonina, com a estreia no campeonato a realizar-se a 11 de Agosto, frente ao Moreirense.