O Amazon Prime estreou esta quarta-feira uma série sobre os bastidores do Manchester City, intitulada “Tudo ou Nada”. No segundo episódio, que mostra a vitória em Old Trafford sobre o vizinho Manchester United em Dezembro, pode ouvir-se o narrador, o ator britânico Ben Kingsley, a referir-se ao confronto entre os dois gigantes assim: “É um Guardiola contra Mourinho mais uma vez; posse de bola contra defesa; futebol ofensivo contra ‘estacionar o autocarro’ [park the bus]”.

No final dessa vitória do Manchester City, a câmara fixa-se nos adeptos do City a cantar a sua música favorita sobre José Mourinho, intitulada “park the bus”, intercalada com vídeos da conferência de imprensa onde o treinador português rejeita que as estatísticas do domínio do rival em posse de bola tenham qualquer relevância.

[Veja no vídeo o cântico que os adeptos do Manchester City dedicam a Mourinho]

No final do jogo, o espectador tem acesso ao discurso de Guardiola aos seus jogadores no balneário. “Vocês mataram-nos [ao United] enquanto jogavam futebol e, mesmo nos maus momentos, estiveram lá, rapazes. Foram fantásticos”.

O clube detido pelo Sheik Mansour bin Zayed Al Nahyan afirmou não ter qualquer poder editorial sobre a edição final da série, apesar de terem tido o poder de vetar cenas do documentário que possam comprometer o clube ou “informação sensível”, avança o Telegraph.

O primeiro episódio do documentário aborda a rejeição de Mourinho a Kevin De Bruyne quando os dois se encontravam no Chelsea. “Eu tinha apenas 20 anos quando decidi assinar pelo Chelsea. Tive a minha oportunidade pela equipa principal nos primeiros jogos e pensei ‘Okay, está tudo a correr bem, joguei bem e ganhámos os jogos’. Um dia tudo isso parou”, descreveu o internacional belga, sobre a sua passagem por Stamford Bridge.

[Veja o trailer do documentário sobre o Manchester City]

Focado na conquista do campeonato do City na época 2016/2017, Pep Guardiola assume um especial protagonismo na série de 14 episódios documentados pela Amazon. Os intensos discursos do catalão no balneário mostram a forma apaixonada como defende os seus princípios de futebol de posse de bola.

Eu sei que é díficil, rapazes”, exclama Guardiola. “Eu sei disso porque vocês querem ganhar. Eu sei isso. Eu sei que vocês querem ganhar mas vocês têm que aprender a jogar futebol com coragem. O nosso melhor aspeto esta temporada é que, independentemente de onde fôssemos jogar, nós jogámos com caráter, com coragem para jogar”.

“Ás vezes quando não sei alguma coisa, actuo à frente dos jogadores como se soubesse. Eu faço-o para que acreditem que eu tenho respostas, isso dá-lhes confiança”, confessa Guardiola.

O avançado Kun Aguero fez também uma revelação surpreendente para muitos dos adeptos dos Citizens. O argentino revelou que um dos seus melhores amigos é o guarda-redes do rival Man. United, David De Gea, antigo colega de equipa no Atlético Madrid. “A maior parte do tempo passo-o sozinho. Senão estou com o Nico Otamendi ou com o David De Gea. Eu saio muito com David De Gea porque jogámos juntos no Atlético Madrid. Temos uma amizade que vem do Atlético mas agora ele joga para o United e eu pelo City”.

O aspeto empresarial da indústria do futebol também não ficou de fora. No primeiro episódio pode assistir-se a uma reunião entre o presidente executivo Ferran Soriano, o diretor do futebol Txiki Begiristain e o presidente da administração Khaldoon Al-Mubarak, que faz a ligação com o Sheik Mansour, o proprietário do clube. “Há alguns jogadores que, embora funcionem na liga espanhola, não significa que funcionem na Premier”, avisa Soriano. Na reunião, captada pelas câmaras do equipa do Amazon Prime, os três discutem um investimento de 148 milhões de euros apenas nos laterais Danilo, Kyle Walker e Mendy.