829kWh poupados com a
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Startup Breadfast compra concorrente A Tigela Nova para aumentar produção

Este artigo tem mais de 5 anos

Com a compra de uma concorrente direta, a startup portuguesa pretende apostar em hábitos de vida mais saudáveis e aumentar a sua capacidade de produção, tornando-se o maior grupo português no setor.

A Breadfast foi criada no início de 2018 e entrega pequenos almoços aos habitantes e turistas na área de Lisboa de segunda-feira a domingo, entre as 7h e as 11h.
i

A Breadfast foi criada no início de 2018 e entrega pequenos almoços aos habitantes e turistas na área de Lisboa de segunda-feira a domingo, entre as 7h e as 11h.

Breadfast

A Breadfast foi criada no início de 2018 e entrega pequenos almoços aos habitantes e turistas na área de Lisboa de segunda-feira a domingo, entre as 7h e as 11h.

Breadfast

A Breadfast, uma startup portuguesa que se dedica à entrega de pequenos-almoços ao domicílio na zona de Lisboa, comprou A Tigela Nova, concorrente direta no mercado que foi criada em 2017. O anúncio foi feito esta terça-feira pela empresa, através de um comunicado e de uma publicação nas redes sociais, não tendo sido revelado o valor da aquisição.

As duas empresas passam, assim, a funcionar dentro do mesmo grupo. Segundo a nota da Breadfast, a estratégia desta compra foi pensada não só com vista a uma “integração de conhecimentos e capacidades técnicas”, mas também como “uma aposta no bem estar e na promoção de hábitos de vida saudáveis, pelos quais A Tigela Nova já é reconhecida no mercado”.

“Acreditamos que este passo resultará numa otimização dos nossos processos e, consequentemente, numa maior capacidade de produção e num serviço melhorado para os nossos clientes”, referiu Mário Tarouca, o fundador do agora maior grupo português neste setor.

O empresário disse ainda que o processo de transição, que também teve início esta terça-feira, vai ser o mais simples possível. “A Tigela Nova tem uma carteira de clientes considerável e queremos que estes clientes possam continuar a poder usufruir do serviço que já conhecem e que os levou à fidelização”, referiu.

Já para Florian Matzke, o criador da empresa que foi comprada, os valores das duas startups são os mesmos e, por isso, estão “confiantes de que a transição será rápida e natural, a começar pela integração dos colaboradores”.

Breadfast. O pequeno almoço está servido (e a tocar à campainha)

A Breadfast foi criada no início de 2018 e entrega pequenos almoços aos habitantes e turistas na área de Lisboa de segunda-feira a domingo, entre as 7h e as 11h. As encomendas são feitas online e até à meia-noite do dia anterior à entrega.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

 
Assine o Observador a partir de 0,18€/ dia

Não é só para chegar ao fim deste artigo:

  • Leitura sem limites, em qualquer dispositivo
  • Menos publicidade
  • Desconto na Academia Observador
  • Desconto na revista best-of
  • Newsletter exclusiva
  • Conversas com jornalistas exclusivas
  • Oferta de artigos
  • Participação nos comentários

Apoie agora o jornalismo independente

Ver planos

Oferta limitada

Já é assinante?
Apoio a cliente

Para continuar a ler assine o Observador
Apoie o jornalismo independente desde 0,18€/ dia
Ver planos
Já é assinante?
Apoio a cliente

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.

Apoie o jornalismo. Leia sem limites. Apoie o jornalismo. Leia sem limites.
Desde 0,18€/dia
Apoie o jornalismo. Leia sem limites.
Apoie o jornalismo. Leia sem limites. Desde 0,18€/dia
Em tempos de incerteza e mudanças rápidas, é essencial estar bem informado. Não deixe que as notícias passem ao seu lado – assine agora e tenha acesso ilimitado às histórias que moldam o nosso País.
Ver ofertas